Home  >  Negócios

Telemar aposta no portal de voz

Batizado de Vocall, o produto -- que diversifica o uso da Internet através de comandos de voz -- será o primeiro da operadora de telecomunicações a ter como missão difundir a marca Telemar em nível nacional. Investimentos são de R$ 30 milhões.

admin

04/01/2001 às 15h42

Foto:

Disposta a consolidar a sua marca no mercado nacional, a Telemar inicia uma série de lançamentos de novos serviços, expandindo sua ataução para fora da área de concessão.

Nesta quinta-feira, 4, a operadora lançou no Rio de Janeiro, o portal de voz, batizado de Vocall. Na próxima sexta-feira, 12, o portal estará também disponível para os paulistas, e até março, será a vez de Brasília.

A possibilidade de a Telemar atuar fora da sua área da concessão com o Vocall existe porque a Internet é caracterizada como um serviço de valor adicionado.

"Na área da Telefônica, por exemplo, vamos pagar o pulso da ligação local à operadora, pelo menos, até o final desse ano. A idéia é apresentar a marca Telemar fora da nossa área", adianta Juarez Queiroz, vice-presidente de Marketing da Operadora.

O diretor de produtos e Marketing de Internet da Telemar, George Moraes, explica que através do portal Vocall, o assinante poderá ter uma interação de "voz" com a Internet, já que o produto permitirá ouvir e responder os e-mails recebidos pelo correio eletrônico convencional através do telefone convencional ou celular.

"Fizemos um estudo com cerca de 5.000 entonações. Estamos utilizando tecnologias da Elan, empresa francesa para transformar texto/caracter escrito em voz, e da norte-americana, Nuance, para o reconhecimento da voz", explica o executivo. O desenvolvimento do portal de voz foi feito internamente na Telemar.

O assinante só poderá utilizar o portal Vocall se fizer o cadastramento, que será gratuito nos primeiros 90 dias, no site(www.vocall.com.br). Logo após o cadastramento, explica Moraes, o usuário receberá uma senha que permitirá, por exemplo, a personalização do conteúdo e a seleção dos sites preferidos.

Para poder "ouvir" os e-mails, o usuário irá cadastrar o seu endereço eletrônico no portal, sendo que não haverá qualquer restrição de endereço. "Todo e qualquer e-mail será reconhecido", informa Moraes.

Após o cadastramento, o usuário poderá fazer o acesso ao serviço através de um telefone -- com ligação local -- previamente divulgado no site pela Telemar.

"Não há possibilidade de o usuário fazer qualquer cadastramento via telefone. O serviço é disponível apenas na Internet. O telefone é um instrumento para facilitar a conexão à Web", detalha Queiroz.

O serviço estará disponível no Rio de Janeiro, onde o usuário já poderá fazer o cadastramento a partir desta quinta-feira, 4, e em São Paulo, a partir da próxima sexta-feira, dia 12. Até março, o Vocall estará também liberado para assinantes de Brasília. Até o final deste ano, a intenção é lança-lo em todo o país.

Após o período de 90 dias, o custo do serviço deverá ficar em torno de R$ 5, a assinatura, além do pulso da ligação. "Não podemos negar que a geração de tráfego será sem dúvida nenhuma o nosso grande negócio. Mas, temos que nos preparar para uma competição acirrada. Este ano, teremos ainda mais operadoras e queremos ter produtos que fidelizem o cliente a nossa marca, seja na telefonia convencional, seja na móvel", destaca Queiroz.

A expectativa da Telemar é atingir 500 mil usuários até julho, chegando a um milhão de usuários em dezembro.