Tecnologias Emergentes > Internet das Coisas, Lançamentos

Totvs inicia trajetória em IoT com investimentos de até R$ 9 milhões

Beematech cria primeira solução de internet das coisas do grupo Totvs

20 de Fevereiro de 2018 - 09h21

A Totvs anunciou seus primeiros passos no mercado de internet das coisas (IoT, na sigla em inglês). A iniciativa em questão é a plataforma Bema, criada pela Bematech, empresa do grupo Totvs, conjunto de APIs que aglutina dados de qualquer dispositivo e permite sua manipulação para aplicação aos negócios.

A novidade, que já nasce combinada a um portfólio de dispositivos inteligentes, é o início da caminhada da empresa em um mercado promissor. Segundo o Gartner, até 2020 serão aproximadamente 20,4 bilhões de coisas conectadas, ou seja, três vezes mais do que a população mundial.

Para o desenvolvimento da solução foram investsidos cerca de R$ 2 milhões, considerando sistemas e dispositivos diversos, como gateways, sensores e impressoras inteligentes. Até o final de 2018, mais R$ 7 milhões serão direcionados à inovação contínua do portfólio de coisas conectadas da companhia.

Segundo Eros Jantsch, CEO da Bematech, identificar quais formas de integração são necessárias para ter um produto conectado à IoT é uma das principais dificuldades do mercado. "Além dos sensores em si, os dispositivos precisam estar conectados a um gateway, um equipamento intermediário, que agrega os dados e os envia para uma plataforma, que fornece os recursos necessários para as soluções de negócio", comenta.

IoT para o varejo

A empresa criou um pacote completo chamado bemaGo. A solução visa a entrega de uma experiência de internet das coisas completa para o varejo e foi criada para ajudar a qualificar o público e acompanhar o fluxo de visitação de um estabelecimento comercial de qualquer porte e segmento. Por exemplo, uma loja de roupas que deseja conhecer os seus consumidores e em quais períodos eles mais visitam o local, pode instalar uma câmera com sensores de contagem e qualificação do público no ambiente para captar imagens.

Os dados coletados serão enviados para o gateway que, por sua vez, transmitirá para a plataforma Bema e os apresentará por meio de dashboards web. Resumindo, mostrará indicadores de quantas pessoas estão no ambiente e qual o sexo e faixa etária delas, tudo isso em tempo real e custando cerca de R$ 900. É possível também contratar a plataforma como serviço.

Dispositivos inteligentes

O objetivo da Bematech é entregar ao mercado, com foco prioritário em negócios B2C, equipamentos com capacidade de conectividade e serviços na nuvem. O primeiro deles é o posGo, um terminal de vendas móvel completo que reúne CPU, tela touch colorida de 5,5 polegadas, impressora térmica e pagamento integrado. Tudo isso em um único dispositivo de última geração com conexão Wi-Fi, 3G e Bluetooth, leitor de código de barras e QR code e sistema operacional Android 5.X, que permite a utilização de aplicativos de vendas compatíveis, para citar apenas algumas funcionalidades.

Ainda, a companhia lança, em conjunto com a Totvs, o Bemacash Start, um combo de sistema de gestão de retaguarda e PDV na nuvem rodando no posGO no modelo “all in one”. Ou seja, controle de caixa, estoque e até de mesas e comandas (quando aplicável) no mesmo dispositivo de meio de pagamento e impressora.