Tecnologia > Resultados Financeiros

TCS encerra ano fiscal com forte crescimento no lucro e receita

O lucro líquido da empresa indiana de serviços de TI no ano fiscal de 2017 atingiu US$ 3,92 bilhões, com um volume 8,5% maior que o ano anterior, e receita de US$ 17,58 bilhões, crescimento de 6,2%

25 de Abril de 2017 - 21h52

A Tata Consultancy Services (TCS), braço de tecnologia da informação do grupo indiano Tata, divulgou os resultados financeiros do quarto trimestre e do ano fiscal de 2017, encerrado em 31 de março deste ano. O lucro líquido no ano fiscal atingiu US$ 3,92 bilhões, com um volume 8,5% maior que o ano anterior, enquanto o lucro no quarto trimestre fiscal foi de US$ 992 milhões, com crescimento de 5,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

A receita no ano fiscal somou US$ 17,58 bilhões, com crescimento de 6,2% em relação a 2016 e aumento de 8,3% em moeda constante. Já a receita do quarto trimestre foi de US$ 4,45 bilhões, crescimento de 5,8% em relação ao mesmo trimestre do exercício fiscal anterior (1º de janeiro a 31 de março de 2016).

A receita foi puxada por serviços digitais, que registrou crescimento de 29%, para US$ 3 bilhões, o que representa 16,7% da receita total no ano fiscal. Segundo o informe de resultados, a TCS conquistou oportunidades significativas nos segmentos de cloud, automação, análise e Internet das Coisas. No final do quarto trimestre, a receita da área digital respndeu por 17,9%, com um crescimento de 7,6% em relação ao trimestre anterior.

Entre as linhas de serviços, os segmentos de soluções empresariais e consultoria e de terceirização de processos de negócios (BPO) ultrapassaram a marca de US$ 3 e US$ 2 bilhões em receita, respectivamente. Impulsionado pela Internet das Coisas e pelas soluções de internet industrial, o segmento de serviços de engenharia assumiu a liderança com um crescimento de 17,4% durante o ano. O segmento de serviços de infraestrutura obteve um índice de crescimento de 16%, seguido por serviços de garantia, com crescimento de 12,5%, e BPS com 10,4%.