Cloud Computing > BI

Tableau passa a vender software de BI no modelo SaaS

Tableau Desktop Professional será comercializado por US$ 70 por usuário ao mês para uma licença e o Tableau Server, US$ 35 por usuário/mês

06 de Abril de 2017 - 23h50

A Tableau está realizando uma grande mudança na forma de comercialização de seus produtos de business intelligence (BI). A empresa anunciou nesta quinta-feira, 6, que todo seu portfólio de software estará disponível na modalidade de subscrição, conhecida como software as a service (SaaS), em vez de no modelo de licença única mais o pagamento de uma taxa de serviço.

O Tableau Desktop, por exemplo, será vendido por US$ 70 por usuário ao mês, para uma licença, nos Estados Unidos, e o Tableau Server por US$ 35 por usuário/mês. Isso é bem inferior ao preço do software em caixa, que é de US$ 2 mil para o Desktop, além de uma taxa de renovação anual de US$ 400 para atualizações do software, e dos US$ 800 para o Server, além de uma taxa anual de US$ 200.

"É uma mudança que irá dar mais flexibilidade, escalabilidade e redução de riscos para os clientes do Tableau”, diz Francois Ajenstat, diretor de produto da empresa. "Cada vez mais, clientes estão olhando para a licença por assinatura, em vez de comprar software em caixinha, que é o que aconteceu no passado", diz ele.

“A nova tabela de preços ajudará a Tableau competir no mercado cada vez mais pulverizado de BI”, diz Rita Sallam, vice-presidente de pesquisa e da equipe de cientistas de dados do Gartner Business Analytics. “Como empresas como a Microsoft entraram no mercado com produtos concorrentes, a Tableau está enfrentando uma forte pressão, especialmente no tocante ao preço.”

A Tableau não é uma estranha na oferta de software por assinatura. Na verdade, ela já oferece assinatura a seus clientes de grande porte, e sua oferta Tableau Online de produtos hospedados na nuvem, vendida também por assinatura.