Mobilidade > APPs

Snapchat entra com pedido de IPO na Bolsa de Nova York

Com 156 milhões de usuários, empresa ainda sofre com alto custo operacional. IPO pode deixar companhia com valor de mercado acima de US$ 20 bilhões

03 de Fevereiro de 2017 - 11h51

A Snap, que controla a rede social Snapchat, formalizou seu pedido de oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) junto à Bolsa de Valores de Nova York. A companhia espera levantar cerca de US$ 3 bilhões com a abertura de capital, o que elevaria seu valor de mercado para mais de US$ 20 bilhões.

Com 158 milhões de usuários ativos diários, a Snap declarou recentemente que quer tornar-se uma “empresa de câmeras” — vale lembrar que os óculos divertidos Spectacles, lançados no final de 2016, vem registrando boas vendas até o momento.

No entanto, apesar de ter aumentando sua receita com publicidade no ano passado, quando registrou vendas de US$ 404,5 milhões, a Snap também viu suas perdas crescerem entre 2015 e 2016, saltando de US$ 372,9 milhões para US$ 514 milhões, mais do que sua receita total.

Recentemente, analistas de mercado e notícias publicadas por sites especializados como o TechCrunch apontam que o Snapchat vem perdendo espaço para o Instagram, especialmente depois do lançamento das Instagram Stories, basicamente um clone das Snapchat Stories.