Gestão > ERP

Senior integra ERP à plataforma de computação cognitiva IBM Watson

Assistente virtual Sara é capaz de realizar diversas consultas no ERP, respondendo sobre informações como situação financeira, contatos telefônicos e detalhes de pagamentos

26 de Junho de 2017 - 15h57

A Senior, desenvolvedora brasileira de software de gestão empresarial, acaba de anunciar a integração de uma assistente virtual ao seu sistema de gestão empresarial. Trata-se da primeira empresa na América Latina a incorporar em um sistema de ERP a plataforma de computação cognitiva da IBM, o Watson. 

Batizada de Sara (do inglês, Senior Automated and Responsive Agent), a assistente virtual, desenvolvida com a plataforma de nuvem IBM Bluemix, possibilita que os usuários interajam de forma simples e natural com o sistema de gestão. Com linguagem natural, ela pode executar comandos, buscar informações ou efetuar transações. A assistente é capaz de realizar diversas consultas no ERP, respondendo sobre informações como situação financeira, contatos telefônicos e detalhes de pagamentos. Entre os benefícios, a solução aumenta a produtividade dos profissionais e permite o acesso mais rápido e eficiente a informações para tomada de decisão.

Atualmente, a assistente virtual da Senior está presente nas soluções Gestão de Logística WMS e Gestão de Relacionamento (CRM). Até o fim deste semestre, as soluções de ERP e RH contarão com bots integrados em boa parte de suas diversas funcionalidades, o que posiciona a companhia como uma das primeiras fornecedoras do Brasil a oferecer um portfólio de tecnologias para gestão que incorporam funcionalidades de computação cognitiva.

De acordo com um levantamento do Bank Of America Merrill Lynch, o mercado de assistentes virtuais ou chatbots deve movimentar US$ 153 bilhões até 2020. “O sistema tem a capacidade de, a partir do comportamento dos usuários, se adaptar e desenvolver novas habilidades, assim como acontece com o cérebro humano, o que nos permite aprimorar ainda mais os serviços da Sara”, afirma Jean Vieira, diretor de desenvolvimento da Senior. 

Para David Dias, líder de Watson Channels & Ecosystem da IBM Brasil, os resultados obtidos por meio do uso de plataformas cognitivas como o Watson mostram, na prática, como os assistentes cognitivos irão transformar a natureza do trabalho e de como os indivíduos irão interagir com aplicativos e máquinas. "Nos próximos cinco anos todos os aplicativos de gestão terão algum tipo de tecnologia cognitiva, seja na interação e troca de dados com os usuários finais ou mesmo na substituição de algoritmos baseados em regras, por sistemas que possam entender, aprender, se aprimorarem e até mesmo operar de forma autônoma, afirma o executivo.

“Integrar o Watson ao ERP da Senior nos trouxe uma visão ainda mais clara sobre como as tecnologias cognitivas podem ser disruptivas aumentando sua capacidade de análise, promovendo a conexão entre o mundo real e o digital, tornando a usabilidade dos ERP mais simples e interativa”, completa Claudio Bessa, líder de desenvolvimento de ecossistema e startups para América Latina da IBM Cloud.