Negócios > Estratégia, Internet das Coisas

Seal Sistemas cria unidade de negócios para IoT

Área focará em mercados estratégicos para a empresa, como Varejo, Indústria, Logística e Saúde

07 de Fevereiro de 2018 - 18h55

A Seal Sistemas está de olho no mercado de internet das coisas (IoT), que, segundo previsões do Gartner, conectará mais de 50 bilhões de dispositivos em todo o mundo até 2020. Em busca de consolidação neste mercado, a empresa, que completa 30 anos em 2018, anuncia a criação de uma unidade de negócios focada no conceito, com objetivo de oferecer serviços que possam ajudar as empresas a construírem suas estratégias orientadas a IoT.

Carlos Santana, diretor de vendas da Seal, agora acumula também o cargo de diretor da nova área de IoT, que conta com ambiente com tecnologia de última geração e direcionará esforços para atender os mercados tradicionais da empresa: Varejo, Indústria, Logística e Healthcare.

Santana explica que o projeto surgiu de uma demanda do mercado de contar com um provedor de solução ‘End-to-End’. "Vamos oferecer um conjunto de serviços que possam atender 100% a necessidade do cliente, com foco em três pilares: investimento, tempo de retorno do projeto e de implementação da solução", garante.

O portfólio da Seal inclui ferramentas como coletores de dados, impressoras de códigos de barras e leitores. "Há uma tendência de trabalhar com modelos de soluções híbridas, que são a escolha perfeita para quem busca integração completa", comenta o executivo. Santana ressalta ainda que a combinação de soluções otimiza os custos e garante maior agilidade nos negócios.

Com o foco no core business das companhias, a BU conta com profissionais especializados em processos, em tecnologias, uma área de comercial, outra de implementação, além de uma equipe de suporte. "Esse projeto vai permitir estreitar o relacionamento com os clientes da nossa base, além de beneficiar outras empresas com as ofertas que a Seal passa a oferecer", finaliza.