Cloud Computing > Cloud Híbrida

SAP reposiciona oferta de cloud e intensifica esforços em mobile em parceria com Apple

Plataforma de nuvem passa a se chamar SAP Cloud Platform. Empresa alemã anunciou lançamento de SDK para apps corporativos iOS

01 de Março de 2017 - 18h38

A SAP revelou nesta semana um novo posicionamento para sua infraestrutura de cloud. À medida que a empresa alemã expande seus serviços fornecidos na nuvem, a plataforma passa a atender sob o nome de SAP Cloud Platform. A novidade foi anunciada por Bernd Leukert, ‎membro do conselho executivo da SAP Produto e Inovação, durante o Mobile World Congress, em Barcelona.

Ao renomear uma de suas principais ofertas, a SAP visa reforçar um espectro cada vez maior das capacidades para sua plataforma de nuvem, que inclui integração e análise de dados em tempo real para soluções que se baseiam em tecnologias emergentes, como inteligência artificial e aprendizado de máquina.

A companhia alemã também aproveitou o evento para intensificar seus esforços na área móvel ao apresentar a “SAP Cloud Platform SDK for iOS”. Desenvolvedores que quiserem criar aplicações para iPhones e iPads dedicados ao ambiente corporativo poderão fazê-lo com maior facilidade em breve. As companhias se juntaram para criar um kit de desenvolvimento de software (SDK) que será liberado no dia 30 deste mês. A parceria foi divulgada, inicialmente, em maio do ano passado pelos CEOs das duas empresas, Tim Cook e Ben Christensen.

Com isso, clientes poderão desenvolver apps usando dados armazenados na plataforma de computação em nuvem da companhia alemã. A parceria permite a SAP usar a linguagem de programação da Apple, a Swift, combinada com a ferramenta de desenvolvimento móvel da SAP, a Fiori, para o desenvolvimento de aplicações iOS nativas dedicadas a operações críticas de negócios.

O acordo beneficia as duas partes. Ao facilitar a criação de aplicativos para desenvolvedores de soluções móveis no mercado corporativo, a gigante de Cupertino amplia sua penetração no mercado B2B ao mesmo tempo que a SAP se beneficia da popularidade da Apple junto à comunidade de desenvolvedores. A ideia é que desenvolvedores já familiarizados com a linguagem Swift, provavelmente, se sentirão mais confiantes para criar soluções para empresas.

Richard Knowles, vice-presidente e gerente para a parceria entre Apple e SAP, explica que o lançamento também inclui um braço educacional que atende por SAP Academy for iOS. Na plataforma, desenvolvedores poderão fazer cursos online rápidos onde aprenderão sobre como tirar o melhor proveito do novo SDK.

Trata-se de uma mudança estratégica e de modelo, diz Knowles. “Se realmente queremos ter empatia com nossos clientes e pessoas que fazem o trabalho diário, temos também que mudar o modelo. A começar com o usuário, como podemos tornar o trabalho deles mais eficiente? O segundo é que a Apple tem essa incrível experiência do lado do usuário que você, eu e outras pessoas aproveitam em suas vidas e por que isso não está no ambiente de trabalho? Estamos tentando casar isso, a melhor experiência do usuário e o domínio que a SAP tem de processos. Com esses dois aspectos dessas empresas e culturas, colocar as duas juntas e levar para o universo corporativo”, resume em entrevista ao Computerworld Brasil.

Segundo o executivo, a nova plataforma de desenvolvimento conseguirá acelerar o processo de criação de aplicativos, algo que por si só deve atrair um significativo número da base de 13 milhões de desenvolvedores da Apple. Já a SAP conta com aproximadamente 2,5 milhões de desenvolvedores.

“Nos últimos nove meses temos trabalhado com a Apple para colocar nossas engenharias juntas em uma única base para construir habilidades onde nosso SDK esteja completamente integrado com o SDK iOS. Vamos oferecer uma biblioteca de controles de interface com o usuário (UI) para design de linguagem, onde desenvolvedores poderão escolher entre um set de ferramentas. Tudo estará pré-desenvolvido para eles se manterem produtivos. Nós queremos que eles estejam focados na forma como o trabalho deve ser feito nas companhias e nós ficaremos com toda a preocupação da infraestrutura de desenvolvimento”, explica.

Durante o Mobile World Congress, a companhia alemã também apresentou seu portfólio SAP Leonardo, voltado para soluções em IoT, a SAP Clea, voltado para soluções integradas a machine learning, além de ilustrar cases do uso de big data e analytics em verticais como veículos conectados e indústria 4.0.

*A jornalista viajou ao MWC em Barcelona a convite da SAP.