Tecnologia > Colaboração

SAP Labs, Microsoft e VMware estão entre as melhores empresas para trabalhar no Brasil

SAP Labs conquistou a primeira colocação na categoria Médias Multinacionais por adotar práticas diferentes para manter um bom ambiente de trabalho

15 de Agosto de 2017 - 19h50

A 21ª edição da lista de Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, organizada pela revista ÉPOCA e Great Place to Work (GPTW) foi invadida por pelas empresas de tecnologia da informação. Do total de 150 empresas que participam da lista de 2017, 25 pertencem ao mercado de TI, Telecom e internet. A lista é publicada no Brasil com exclusividade pela revista Época.

O ranking, que tem 150 empresas no total, dividiu as companhias participantes em três categorias: Grandes (com 1.000 funcionários ou mais), com 80 empresas; Médias Multinacionais (100 a 999 funcionários), com 35 empresas; e Médias Nacionais (100 a 999 funcionários), com 35 empresas. 

Três companhias de TI - SAPLabs, VMware e Microsoft - ficaram com os 1o, 2o e 3o lugares, respectivamente, na categoria Médias Multinacionais. A Cisco Systems ficou em 9o lugar na mesma categoria, seguida da CA Technologies, em 14o lugar. Ainda na lista de Médias Multinacionais figuram a Dimension Data, Logicalis, Symantec, e ThoughtWorks.

O SAPLabs é vencedor pela primeira vez na categoria Médias Multinacionais por adotar práticas diferentes para manter um bom ambiente de trabalho. Além disso, a empresa de tecnologia oferece muitas oportunidades para jovens em início de carreira: cerca de 70% dos estagiários são efetivados ao final do programa a cada ano.

Na categoria Grandes, a Dell EMC foi classificada em décimo lugar, sendo a única empresa de TI a figurar nas primeiras dez colocações da lista das Grandes Empresas. Nessa lista também entraram Algar Segurança e Algar Telecom, Atento, CI&T, IBM, Mercado Livre, Oracle e SAP.

Na lista das Médias Nacionais entraram Radix em 6o lugar, seguida da Dextra, em 8o lugar. Na lista também entraram ClearSale, DB1 Global Software, Locaweb, Microcity, e Resultados Digitais.

Segundo a GPTW, a edição deste ano superou o recorde de inscrições. Ao todo, foram 1.963 participantes, com a média de 13,08 empresas por vaga. No ano passado, por exemplo, o número de inscritos foi 1.563, e em 2015 foram 1.454.