Tecnologias Emergentes > APPs

SAP avança com plano para tornar carros plataformas de conectividade

Companhia anuncia novas parcerias para a SAP Vehicles Network e amplia a gama de serviços centrados em veículos

10 de Março de 2017 - 17h14

O futuro da mobilidade passará pelos veículos conectados. Invariavelmente. Segundo a empresa de consultoria BI Intelligence, 381 milhões de carros conectados estarão nas ruas até 2020, um crescimento considerável tendo em vista os 36 milhões que já circulavam em 2015.

Em um cenário no qual carros assumem o papel de uma grande plataforma de conectividade, que permite compartilhar informações entre infraestruturas, pessoas e coisas como outros veículos, a Internet das Coisas empresta aqui sua vocação para uma apropriada e emergente Internet dos Carros.

Para a indústria, carros conectados se tornaram, a sua devida proporção, uma espécie de smartphone para o qual serviços como entretenimento, entrega de tecnologia da informação, serviços financeiros e até mesmo o varejo poderão passar por ele. Uma visão que expande essencialmente a variedade e os modelos de negócios do próprio mercado automotivo.

Para Gil Perez, vice-presidente de Digital Assets & IoT e gerente da SAP Connected Vehicles, a Internet das Coisas tornará toda a experiência de dirigir não só mais prazerosa, como útil e eficiente para motoristas individuais e companhias que fazem do transporte o seu modelo de negócios. Segundo o executivo, estamos na fronteira de ver um mercado mais maduro para entregar conectividade e agregar valor a veículos automotivos.

"Veremos cada vez mais carros conectados e personalizados. Carros autônomos são uma ideia atraente, mas as pessoas entendem que eles não estão aqui para serem usados hoje. O que veremos é cada vez mais IoT ao redor do carro, integrando serviços de verdade e o mais importante, que isso gere receita para empresas e valor para o usuário”, defende em entrevista exclusiva ao Computerworld Brasil.

De apps à postos de combustível conectados

A SAP tem nos últimos anos lançado uma série de recursos que se integram a sua oferta de cloud para a indústria automotiva, incluindo aí parcerias com montadoras e outras companhias que atendem o setor.

Em 2015, a empresa de software alemã lançou a SAP Vehicles Network Solution, plataforma para criar soluções de mobilidade e aplicativos dedicados ao cliente final, o motorista. Ao dar infraestrutura, dados e insights em tempo real, a SAP consegue facilitar a criação de apps e uma nova gama de serviços automotivos conectados. Entre os exemplos, pense em estacionamentos e portões conectados, postos de gasolina, restaurantes e redes de hotéis. Entre as parcerias firmadas estão acordos com Bosch, Shell, Toyota, Volkswagen e BMW que também integram a SAP Leonardo, o portfólio de IoT da alemã.

Durante o Mobile World Congress 2017, em Barcelona, a empresa demonstrou o resultado de uma parceria recente com a empresa de aluguel de carros Hertz, a Nokia e a Concur Technologies (subsidiária da SAP) com o objetivo de oferecer uma nova experiência para o serviço de aluguel de carros.

Serviços de aluguel de carros não mudaram muito nos últimos anos. O processo de selecionar, pegar e deixar um veículo em uma estação é o mesmo e, bem, algo pode ser estressante para algumas pessoas.

A ideia com o projeto é avaliar a oportunidade de integrar planejamento de itinerários e roteiros, ao lado da personalização do carro contratado por meio do app da Hertz, ao mesmo tempo que todos os pagamentos de serviços, como transações em postos de gasolina e estacionamentos, são concluídos e registrados na plataforma de monitoramento de despesas da Concur. Esse tipo de solução - ainda em fase piloto - pode agregar valor, principalmente, a profissionais que viajam a negócios. Aqui, a SAP Vehicles Network pode encontrar rotas otimizadas para o destino do viajante e oferecer serviços dos quais ele poderá eventualmente precisar, uma informação valiosa tendo em vista que usuários de carros alugados raramente residem onde contratam o serviço.  

"A SAP Vehicles Network coloca o consumidor final no lugar do condutor, transformando o veículo na carteira digital definitiva e tornando o aluguel de automóveis uma experiência perfeita e inteligente", resume Tanja Rueckert, vice-presidente executiva para IoT e Digital Supply Chain da SAP.

Outra parceria anunciada para a SAP Vehicles Network está com a Mojio, plataforma de veículos conectados e provedora de aplicativos da Deutsche Telekom e da T-Mobile USA, que fornecerá estacionamento e abastecimento através da sua aplicação nos Estados Unidos e na Europa.

Um padrão para o mercado

Para Gil Perez, carros conectados podem dar um quadro maior sobre o comportamento de consumo de seus usuários. Além disso, soluções centradas em veículos tendem a otimizar não só tempo, como gastos e impactos no meio ambiente.

O executivo usa o exemplo da luta de encontrar vagas em estacionamento, seja em áreas urbanas ou em rodovias. No caso da parceria com a Bosch, a SAP desenvolveu junto à colega alemã, uma solução de IoT e um aplicativo, para que motoristas de caminhão possam agendar vagas de estacionamento como se o fizessem com quartos de hotéis. Isso porque durante a logística, um volume grande de caminhões precisa gastar horas e combustível procurando vagas para que motoristas possam, descansar, eventualmente.

“Você precisa conectar um número de agentes que até então não existia antes”, explica Perez sobre os desafios do setor. “Você tem que lidar com operadores de estacionamento, tecnologia para portões, companhias de mapeamento entre outros. No passado, tudo isso era vertical e agora todos esses processos atravessam múltiplas indústrias. E o que a SAP faz de melhor é padronizar os processos. Nessa nova economia da transformação digital, estamos trabalhando em criar um padrão e alavancar tudo isso e é por isso que precisamos entregar uma incrível experiência de integração com APIs seja usando o sistema Android, iOS ou Fiori. Temos uma proposta única de valor que conecta redes de negócios, processos e uma atraente experiência para o usuário”, resume.

Os esforços para o crescente mercado de carros conectados também vão de encontro com um recente anúncio da companhia. No ano passado, a SAP revelou planos de investir 2 bilhões de euros para acelerar o campo da Internet das Coisas.

Novos modelos de negócio, a indústria 4.0 e até mesmo a forma como pessoas vivem, trabalham e se relacionam com suas coisas são um campo vasto para explorar o alcance da Internet das Coisas e, claro, a dos carros.