Tecnologias Emergentes > Wearable Computing

Safilo firma acordo com Interaxon e entra no mercado de wearables

Fabricante italiana de óculos de luxo e a canadense especializada em tecnologia de detecção de ondas cerebrais fecharam parceria para P&D e licenciamento de tecnologia

21 de Dezembro de 2016 - 17h10

A Safilo, fabricante italiana de óculos de luxo, e a Interaxon, empresa canadense especializada em tecnologia de detecção de ondas cerebrais, anunciaram nesta quarta-feira, 21, um acordo envolvendo pesquisa e desenvolvimento e licenciamento de tecnologia. A parceria vai permite à Safilo ingressar no mercado de dispositivos wearables (vestíveis), sob a marca Safilox.

"A Safilox é a perfeita intersecção do nosso reconhecido e icônico design de óculos e da autêntica qualidade artesanal que data de 1878, a principal aplicação de tecnologia de detecção de cérebros, e hoje a mais cobiçada pesquisa para dominar o foco mental e a força para atingir desempenho pessoal e bem-estar", disse Luisa Delgado, a CEO da Safilo.

A Safilo escolheu a Interaxon em razão de sua tecnologia, em especial a Muse, que permite a consumidores, atletas, treinadores, clínicos e profissionais da saúde, bem como de seus clientes a aprimorar seu foco mental. A tecnologia foi validada cientificamente com mais de cem pesquisas sobre cérebros ao redor do mundo, de institutos como o Rotman Research Institute at Baycrest, Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), McMaster University, NASA e IBM.

Parcerias de pesquisa científica envolvendo a Safilox já estão em andamento, e envolvem pesquisadores canadenses de neurociência da Universidade de Toronto e Universidade de Victoria. A empresa encomendou também um estudo para Michela Blaconi, professora de neuropsicologia e neurociência cognitiva, chefe da Unidade de Pesquisa em Neurociência Afetiva e Social, na Universidade Católica de Milão.

"Com a Safilox, o Interaxon torna-se amplamente acessível através de uma marca de estilo, design icônico e acessório elegante. Nós estamos ansiosos para disseminar nossa tecnologia", disse Derek Luke, o CEO do Interaxon.