Big Data > BI, I.A.

Robô da Sankhya usa inteligência artificial para fazer análises de BI

A assistente de gestão BIA (Business Intelligence Analyst) utiliza voz como interface para responder a pedidos dos usuários

27 de Abril de 2017 - 11h04

A Sankhya, empresa de soluções para gestão empresarial, está usando tecnologia de Inteligência Artificial em seu novo robô de software B.I.A. (Business Intelligence Analyst), criado para ajudar gestores em análises de futuro e otimização dos processos de negócio.

A ideia é que, com o B.I.A, os clientes possam interagir com o sistema recebendo por voz informações de toda a operação do negócio, incluindo faturamento mensal, receita acumulada, margem de contribuição de um produto, ciclo financeiro, e performance de vendedores.

Para a empresa, uma das vantagens é estender ao usuário o acesso aos dados em locais onde o acesso a telas de um computador ou celular não é prático, como no trânsito, em um jantar, caminhando ou até mesmo fazendo exercícios na academia. Um vídeo da empresa mostra BIA em funcionamento.

“Nos antecipamos à concorrência ao detectar um potencial gigantesco de aplicações, venda de serviços inteligentes embarcados no sistema, e automação de processos”, diz Felipe Calixto, diretor presidente da Sankhya.

Para Calixto, a Inteligência Artificial tem vantagens sobre o Business Intelligence convencional porque agrega à análise de dados passados a capacidade das máquinas aprenderem a pensar sobre os problemas e recomendarem ações.

"A IA será a principal aliada da tomada de decisão porque suas análises preditivas permitem trabalhar dados do passado e construir um modelo estatístico para fazer suposições, auxiliando gestores de todos os segmentos e portes de empresa a antecipar o futuro”, diz Calixto.

Fundada em 1989, a Sankhya tem clientes nos 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, com 22 Unidades de Negócios que atuam na comercialização e implantação de suas soluções, com mais de 750 funcionários e mais de 6.500 clientes no país. Para 2017, a empresa planeja atingir um faturamento acima de 30% em relação ao ano anterior