Negócios > Serviços

Rimini Street anuncia fusão com a GP Investments

Segundo a Rimini, transação assegurará recursos para a expansão da oferta de serviços e permitirá a realização de potenciais aquisições

17 de Maio de 2017 - 13h30

A Rimini Street e a GP Investments Acquisition Corp. (GPIAC) assinaram acordo definitivo para fusão de suas operações. A operação envolverá a emissão de aproximadamente 63,8 milhões de ações ordinárias da GPIAC, ao preço de US$ 10 a ação, para os atuais acionistas da Rimini.

Após a fusão, a GP Investments será renomeada como Rimini Street, Inc. e continuará com ações negociadas na bolsa de tecnologia Nasdaq sob a sigla "RMNI". Em paralelo à consumação da transação, a GP Investments migrará sua jurisdição das Ilhas Cayman para o Estado de Delaware nos Estados Unidos.

O valor antecipado (enterprise value) da Rimini é de aproximadamente US$ 837 milhões, com uma capitalização após a transação de US$ 854 milhões ao preço de US$ 10 a ação.

Após a conclusão do negócio, os acionistas da GP Investments deverão deter aproximadamente 25% da companhia combinada — em uma base totalmente diluída —, enquanto os atuais acionistas da Rimini Street trocarão as suas ações da empresa por aproximadamente 75% da companhia combinada.

A Rimini Street fornece serviços de manutenção de softwares corporativos, incluindo produtos licenciados pela Oracle e pela SAP. No primeiro trimestre deste ano, a Rimini reportou receita anualizada superior a US$ 196 milhões, totalizando uma taxa média de crescimento composto anual (CAGR, na sigla em inglês) de 37% desde 2014. A Rimini emprega aproximadamente 900 profissionais em 13 países e presta serviços atualmente para mais de 1,2 mil clientes, incluindo quase 100 companhias que compõem as listas Fortune 500 e Global 100.

A GP Investments foi criada em maio de 2015 a partir de uma oferta pública inicial de ações (IPO) que levantou um total de US$ 172,5 milhões com o propósito de investir em companhias com potencial de crescimento de longo prazo nos setores de bens de consumo, serviços e varejo.

"A transação com a GP Investments assegurará capital adicional para a expansão da nossa oferta de serviços e fortalecerá nosso balanço e permitirá a execução de potenciais aquisições", disse Seth A. Ravin, fundador, CEO e presidente do conselho de administração da Rimini Street.

A transação, que já foi aprovada pelos conselhos de administração da GPIAC e da Rimini Street, ainda está sujeita à aprovação dos acionistas da GPIAC e da própria Rimini, bem como as aprovações regulatórias necessárias.