Negócios > Resultados Financeiros

Red Hat cresce receita em 15% no trimestre com ajuda da nuvem híbrida

Empresa teve vendas totais de US$ 524 milhões no terceiro trimestre fiscal de 2016, encerrado em 30 de novembro. Lucro foi de US$ 47 milhões

22 de Dezembro de 2015 - 18h42

A Red Hat, fornecedora líder mundial de soluções Open Source, anunciou seus resultados financeiros do terceiro trimestre fiscal de 2016, encerrado em 30 de novembro de 2015, reportando receita total de US$ 524 milhões e lucro líquido de US$ 47 milhões.

O resultado da receita é 15% superior ao mesmo período de 2015 em dólar e 21% maior se calculado em moeda constante. O lucro, no entanto, ficou US$ 1 milhão abaixo do mesmo período do ano anterior. A receita com assinatura de software representou 87% da receita total no trimestre e chegou a US$ 457 milhões, crecimento de 16% em dólar com relação ao ano anterior ou 22% em moeda constante.

“Os nossos investimentos em tecnologias e parcerias continuaram a gerar fortes resultados, conforme os clientes transformam sua infraestrutura de TI por meio da adoção crescente de tecnologias de open source e computação em nuvem”, afirmou Jim Whitehurst, presidente e CEO da Red Hat.

“Durante o terceiro trimestre reforçamos a nossa posição de liderança na nuvem híbrida aberta com a introdução de novas tecnologias e lançamento de uma parceria estratégica com a Microsoft e sua Nuvem Azure. As nossas iniciativas estão focadas em permitir que nossos clientes construam, implantem e gerenciem suas aplicações em vários ambientes e infraestruturas”, acrescentou.

“Agora são quatro trimestres consecutivos de crescimento de receita total igual ou superior a 20% em uma base de ano a ano de moeda constante,” declarou Frank Calderoni, Vice-Presidente Executivo, Operações e CFO da Red Hat.