Cloud Computing > Cloud Híbrida, Gestão de Projetos

Quatro motivos para adotar cloud híbrida na sua empresa

Nuvem híbrida atua como parceira estratégica das empresas no que se refere ao aumento de produtividade e oportunidades de novos projetos

22 de Fevereiro de 2016 - 20h18

Em tempos de incerteza na economia e a recessão nas indústrias, empresas de diferentes portes buscam aumentar sua eficiência, mantendo um custo sustentável e sem sofrer impacto em suas operações. Unir todas essas variáveis não é uma tarefa fácil, mas o setor de TI oferece uma série de ferramentas que possibilitam chegar bem próximo às metas estimadas, ou até superá-las.

Como é o caso da infraestrutura de TI baseada em um modelo de cloud computing híbrido, que além de ser uma tendência que veio para ficar, tem se mostrado como uma opção para a competitividade do mercado.

A seguir, apresento quatro vantagens da cloud híbrida como uma importante aliada para os seus negócios.

1. Flexibilidade. A cloud híbrida é um modelo que permite que as empresas equilibrem o uso da nuvem pública, que oferece mais flexibilidade, e da nuvem privada, que é mais robusta. Mesclando as duas opções, é possível ter um ambiente de TI com maior escalabilidade e flexibilidade, porém altamente disponível e seguro, de acordo com as necessidades e tamanho de cada empresa.

2. Eficiência. A cloud híbrida atua como uma importante parceira estratégica das empresas no que se refere ao aumento de produtividade e oportunidades de novos projetos, sem a necessidade de grandes investimentos iniciais nos projetos e passando do papel de provedor a gestor de serviços.

3. Segurança. A segurança de dados é sempre um dos fatores que mais preocupam as empresas ao escolherem um modelo de infraestrutura de TI. A cloud híbrida permite que padrões rigorosos de segurança sejam estabelecidos ao mesmo tempo em que estão alocados em servidores dedicados de alto desempenho fora das empresas. Mais do que isso, permite que os departamentos de TI controlem o fluxo de processamento de aplicações para componentes privados.

4. Integração. O modelo de cloud híbrida abrange, entre outras coisas, a integração de ambientes tradicionais e a nuvem pública.  Além disso, está diretamente alinhado com a tendência da atuação de uma estrutura de TI bimodal, que integra a manutenção de rotinas vitais com serviços de alto desempenho, e a necessidade de flexibilidade e agilidade para inovação, ambos fundamentais para a desenvolvimento de negócios.

*Carlos Gazaffi é vice-presidente de Gestão de Tecnologia da Tivit.