Negócios > Fusões e Aquisições

Qualcomm rejeita oferta hostil de US$ 130 bilhões da rival Broadcom

Em nota, a fabricante da linha de chips Snapdragon reclama que a oferta hostil de compra a desvalorizou "dramaticamente"

13 de Novembro de 2017 - 17h13

A Qualcomm rejeitou oficialmente nesta segunda-feira, 13, a oferta hostil de compra, no valor de US$ 130 bilhões, feita na semana passada pela rival Broadcom. Em uma decisão unânime, o comitê de diretores da Qualcomm afirmou que a oferta bilionária, apontada como recorde no mercado, “deprecia dramaticamente da Qualcomm”.

Além disso, os executivos da fabricante da linha de chips Snapdragon alegam que a proposta de compra é “acompanhada por incertezas regulatórias significativas”. Diaante isso, a Qualcomm disse que continuará trabalhando sozinha com a sua estratégia – a não ser que a Broadcom faça uma oferta maior.

Vale lembrar que a Qualcomm atualmente briga na justiça com a Apple. A companhia acusa a fabricante do iPhone de ter compartilhado código proprietário com uma de suas principais concorrentes, a Intel.