Mobilidade > APPs

Proteste notifica WhatsApp por suspender serviço em celulares antigos

Associação de consumidores diz que decisão da empresa de barrar usuários de BlackBerry e Nokia a partir do dia 30 deste mês é um desrespeito ao consumidor

14 de Junho de 2017 - 16h02

A associação de defesa do consumidor Proteste anunciou na terça-feira, 13, que irá notificar o Facebook contra a suspensão do serviço de mensagem WhatsApp em celulares mais antigos, que representariam menos de 1% do seu total de usuários.

Depois de deixar de funcionar em aparelhos Android 2.1 e 2.2, iPhone 3GS e WP7 em janeiro, o aplicativo de mensagens mais popular do mundo agora seguirá o mesmo caminho com as plataformas Blackberry, Blackberry 10, Nokia S40 e Nokia Symbian S60 a partir de 30 de junho.

Vale notar que originalmente o WhatsApp deixaria de funcionar em aparelhos BB10, Nokia S40 e Symbian S60 já no fim de 2016, mas esse prazo acabou sendo estendido pela empresa em dezembro do ano passado.

Em nota, a Proteste destaca que essa chamada obsolescência programada dos celulares, que recai na suspensão do serviço por parte do WhatsApp, é “um desrespeito ao consumidor” e uma “prática abusiva”.

Para a associação, a justificativa do WhatsApp para barrar o serviço nesses aparelhos, ao afirmar que “essas plataformas já não têm a capacidade necessária para expandir as funções do nosso aplicativo no futuro", configura desrepeito ao consumidor e ao código de proteção ao consumidor.