Gestão > Estratégia, Governança, Liderança

Projetos estratégicos que sua empresa deveria focar em 2016

Existem muitos projetos ao alcance de qualquer empresa que, se executados com sucesso, podem criar oportunidades ou reduzir custos

11 de Janeiro de 2016 - 11h32

Como 2016 começa agora, é o momento para empresas (independentemente do tipo e tamanho, localização, produto ou serviço que oferece) debruçarem-se sobre projetos estratégicos a implementar nos próximos 11 meses.

Quase sempre, prrojetos são realizados com a finalidade de gerar receitas e oportunidades de crescimento, buscando a inovação ou mesmo o aumento da notoriedade da marca. Mas existem projetos básicos que devem estar no radar de todas as empresas.

Aqui estão seis projetos que todo negócio pode implementar em 2016 para ajudar a garantir que seus funcionários, processos e tecnologias estejam trabalhando em conjunto, e de forma eficaz para criar melhores oportunidades e evitar perdas.

1. Ponha mais foco em projetos que apoiam a estratégia

Independente do porte da sua empresa, seu primeiro projeto deveria ser uma iniciativa para avaliar a visão e a direção pretendidas para o negócio, e garantir que todos os projetos apoiam essa visão. Se sua empresa é pequena, você pode conseguir isto através da atribuição de uma pessoa para ser um gerente de projeto, dedicado ou não. As organizações maiores podem fazer a transição do tradicional Project Management Office (PMO) para um Enterprise Project Management Office (EPMO), que garante que todos os projetos, programas e portfólios estão canalizados de forma eficaz e eficiente para suportar totalmente o direcionamento estratégico.

2. Reavalie as necessidades do cliente

Agora é a hora de parar e pensar sobre se o seu produto ou serviço atende às necessidades de seus clientes atuais ou potenciais. Você já solicitou o feedback de seus clientes? Que tipo de resposta você recebeu? Seu produto ou serviço atende às necessidades de seus clientes? Se não, algo precisa mudar. Mas se já atende, talvez superar suas expectativas venha ser o novo objetivo.

De qualquer forma, este seria um bom momento para atribuir recursos de gerenciamento de projeto para resolver isso, e ficar à frente da concorrência. Lembre-se, as necessidades do cliente mudam. É mais fácil e menos dispendioso manter um cliente existente feliz do que ter que encontrar um novo.

3. Invista em BPI

Os processos que foram postos em prática quando o negócio começou podem ter deixado de ser eficazes ou relevantes. Esta é outra área que as empresas devem rever anualmente para reduzir problemas causados ​​por processos ineficientes.

Processos devem ser atualizados ou, possivelmente, removidos, se já não fizeram mais sentido, ou gerarem trabalho desnecessário para os funcionários. Isso nem sempre significa a necessidade de gastar mais com reengenharia. Muitas vezes é necessário fazer apenas pequenas modificações em um determinado processo para atingir melhorias globais, economia de tempo e redução de custos . Não faz sentido continuar a utilizar um processo ou um processo parcial se a única razão dele vigorar for o fato daquilo "sempre ter sido feito assim". Esta é uma daquelas áreas em que o desempenho passado não deve, necessariamente, ser um indicador de desempenho aceitável no futuro.

4. Revisite ofertas dos fornecedores

A inércia leva muitos empresários e gestores a continuarem pagando por serviços que não já atendem plenamente as suas necessidades. As empresas crescem e suas necessidades mudam. Muitas vezes suas funções de back-office já não conseguem pode manter um ritmo capaz de suportar os requisitos de crescimento atuais e futuros.

Todas as ofertas dos fornecedores devem satisfazer plenamente as necessidades do negócio. Caso contrário, estaremos diante de um caso de mau uso dos recursos financeiros. Reavaliar anualmente seus fornecedores é um projeto que dever estar na lista de prioridades de qualquer empresa.

5. Revise dos IS&T (Information Systems & Technology)

Em conjunto com a revisão das ofertas dos fornecedores, fazer um inventário de todos os sistemas e tecnologias de informação também deve estar em sua lista de projetos prioritários. Os avanços estão sempre ocorrendo, e como seu negócio cresce ou muda, os sistemas/aplicações e as tecnologias que você usa também podem exigir mudanças.

Não se trata de abandonar o barco e mudar todos os fornecedores e prestadores de serviço anualmente, apnas de avaliar periodicamente as ofertas, porque as existentes podem já não serem suficientes para suportar o negócio no curto ou no médio prazo. O planejamento cuidadoso é a chave para encontrar soluções escaláveis.

6. Avalie seus recursos humanos

Este é um dos projetos mais importantes e mais difíceis de abordar, uma vez que tem o poder de deixar os funcionários em pânico. Mas também pode ser gratificante para muitos funcionários, pois é um processo que pode gerar oportunidades de crescimento profissional. Seja transparente e converse com os empregados sobre esta iniciativa com antecedência, para aliviar o medo da perda do emprego.

O objetivo por trás deste projeto deve ser o de buscar maior produtividade, combinando conjuntos de habilidades de alto nível com os principais requisitos de emprego e, em seguida, realocar esses recursos humanos para melhor atingir seus objetivos estratégicos. Faz sentido sentar-se com funcionários, individualmente, para discutir seus interesses e objetivos de carreira em conjunto com os objetivosdo negócio para criar o máximo de sinergia possível antes de fazer qualquer alteração.

Lembre-se, empresas que criam um ambiente de confiança entre seus funcionários, inspiram forte sentimento de orgulho pelo trabalho realizado e pelo propósito da empresa são geralmente as mais lucrativas.