Tecnologias Emergentes > APPs

Primeira enfermeira digital do Brasil usa Watson e recursos de gamificação

Aplicativo Cuco utiliza a tecnologia de computação cognitiva da IBM e o conceito de games para ajudar no tratamento de saúde

13 de Fevereiro de 2017 - 11h29

Um assistente de saúde digital, totalmente gratuito e que  acompanha o tratamento do paciente em tempo integral, lembrando-o da hora certa de tomar seus medicamentos, fornecendo conteúdos sobre saúde de acordo com suas doenças e tratamentos, bem como informando familiares e amigos quando o paciente esqueceu de tomar o remédio na hora certa.

Chamado de "Enfermeira Digital", por conta do papel da área de enfermagem de cuidar da vida, o aplicativo, lançado esta semana, utiliza o conceito de games e permite que o paciente acompanhe seu histórico de saúde e seja estimulado a seguir o tratamento corretamente até o final, evitando que o mesmo desista no meio do caminho.

“Lembrar o paciente na hora certa de tomar seu medicamento aumenta consideravelmente os níveis de adesão ao tratamento, o que pode ser comprovado pelos números de adesão dos mais de 6 mil usuários diários do Cuco em sua primeira versão”, aponta Gustavo Comitre, diretor de produto da empresa.

O aplicativo possui diversas funcionalidades como lembrar o paciente de tomar seus medicamentos com o Cuco (despertador de remédios); oferece a lista de medicamentos da Anvisa; possibilita que o paciente tenha sempre em mãos o histórico do seu tratamento; traz mensagens e dicas sobre tratamentos e doenças; permite criar um grupo de saúde no aplicativo para que receba alertas quando alguém esquecer de tomar o remédio.

Um dos recursos mais incríveis do novo app, além da gamificação, é a possibilidade de criação de enfermeiras digitais personalizadas para cada operadora de saúde e hospitais parceiros do Cuco, o qual utiliza a tecnologia de computação cognitiva do Watson, da IBM. Sendo assim, além de estarem preparadas para responder milhares de perguntas de saúde, as enfermeiras ainda podem responder questões mais específicas do plano de saúde ou do hospital em questão, o que ajuda a personalizar a experiência do paciente para as suas necessidades.

Segundo Comitre, a escolha pelas soluções do Watson foi feita por conta do número crescente de novas tecnologias que estão sendo disponibilizadas pela empresa e a qualidade no atendimento frente às concorrentes. Um bom exemplo é o apoio que a IBM oferece as startups pelo programa GEP (Global Entrepreneur Program), que disponibiliza uma série de benefícios e apoio para que as startups possam aproveitar o máximo das últimas tecnologias lançadas pela empresa.

Nos próximos meses, além das enfermeiras responderem as perguntas por chat via texto, elas também estarão preparadas para interpretar e responder pacientes por voz, o que torna a conversa com os pacientes ainda mais natural.

Além do Cuco para pacientes, a empresa Cuco Health possui também diversas soluções para atender operadoras de saúde, hospitais e prefeituras, permitindo acompanhar e melhorar a adesão ao tratamento de seus pacientes, reduzindo custos e trazendo mais saúde, informação e qualidade de vida a seus beneficiários.

O HCor, referência em cardiologia em nível internacional, foi uma das primeiras instituições de saúde do Brasil a perceberem o grande impacto que o uso de tais tecnologias podem trazer a saúde dos seus pacientes e por conta disso está iniciando um dos primeiros estudos sobre o uso de aplicativos de saúde em parceria com a startup Cuco.

Para baixar a nova versão do aplicativo Cuco para celulares Android clique aqui. Em março a nova versão para iOS (iPhone) também estará disponível, mas por enquanto você pode baixar a versão antiga aqui.