Mobilidade > e-commerce

Preferência por compras via mobile cresce consideravelmente no Brasil

Pesquisa anual sobre varejo mostra que 70% dos entrevistados esperam comprar mais em 2018

03 de Abril de 2018 - 17h14

Quatro a cada dez consumidores brasileiros já realizam compras via smartphones, enquanto três a cada dez fazem via tablets. É o que mostra estudo da PwC, que aponta crescimento considerável se olharmos para cinco anos atrás, quando apenas 15% e 20% dos consumidores, respectivamente, afirmaram utilizar estes canais para compras.

A pesquisa mostra também que os consumidores brasileiros estão otimistas em relação aos seus gastos pessoais para 2018. No país, 71% dos entrevistados pela PwC Brasil esperam aumentar ou manter as despesas com compras nos próximos 12 meses.

Os dados foram revelados pela Global Consumer Insights 2018, pesquisa da PwC que ouviu 22 mil pessoas em 27 países, sendo 1 mil delas no Brasil.

Eletrônicos em alta

Os resultados mostram um crescimento no consumo on-line em diferentes categorias de produtos entre 2014 e 2018. Nos equipamentos eletrônicos, por exemplo, as compras online cresceram de 12% para 27% do total comercializado. O consumo ligado ao entretenimento (livros, músicas, filmes e videogames) cresceu dezesseis pontos percentuais, saindo de 18% para 34% no mesmo período.

Alimentação

A pesquisa apresenta também setores com grande potencial para o varejo online global, como o de alimentação. Mais da metade dos entrevistados (58%) pela PwC no Brasil tem a intenção de comprar alimentos online nos próximos 12 meses, contra 48% globalmente. Dos brasileiros ouvidos, 37% afirmam já ter realizado alguma compra online de alimentos no último ano. A pesquisa mostra ainda que a venda online destes produtos é uma tendência global: na China (59%) e no Vietnã (54%) os entrevistados afirmam ser grande a possibilidade de comprar alimentos online em 2018.

Lojas físicas

Os dados coletados pela PwC mostram ainda um crescimento também nas vendas das lojas físicas – a primeira reação desde 2013 – com 61% dos entrevistados afirmando realizar compras presencialmente. Em 2017, a modalidade foi utilizada por 55% dos consumidores.

O crescimento do consumo pode ser explicado pela mudança no perfil das lojas, com mais ênfase na experiência do consumidor. Dos entrevistados brasileiros, 64% estão satisfeitos com a capacidade de percorrer os corredores de lojas de forma rápida e conveniente, 62% afirmam encontrar vendedores com nível profundo de conhecimento e 61% sentem-se satisfeitos com logins rápidos e simples no Wi-Fi das lojas físicas.