Gestão > Governo

Polícia Militar de São Paulo ganha mais agilidade com projeto de gestão operacional

Metodologia adotada e sistemas desenvolvidos proporcionaram maior confiabilidade, refletindo positivamente no atendimento à população

06 de Março de 2017 - 13h50

A Capgemini, fornecedora de serviços de consultoria, tecnologia e terceirização, foi a vencedora de licitação da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) para auxiliá-la no desenvolvimento e manutenção de um software para serviços de gestão operacional de demandas, planejamento e arquitetura, além de codificação e modelagem dos dados.

Com a adoção de uma metodologia de gestão ágil denominada Scrum, que tem por finalidade desenvolver um sistema de forma interativa e incremental, os processos ganharam maior agilidade e confiabilidade, proporcionando uma visão sistêmica às pessoas envolvidas no desenvolvimento dos projetos.

"A Polícia Militar enxerga a tecnologia da informação como um suporte importante para suas atividades operacionais e administrativas, um instrumento para viabilizar nossa missão, que é proteger a sociedade", afirma o Coronel José Luís Salomão, diretor de telemática da PMESP. Os benefícios alcançados dentro da corporação refletem no atendimento à população, tendo gerado projetos reconhecidos, como o sistema Radar.

Projeto Radar

Implementado inicialmente em Guarulhos, na Grande São Paulo, o Radar é um sistema inédito de monitoramento, identificação e checagem que auxilia a Polícia Militar na recuperação de veículos furtados ou roubados. A solução é composta por câmeras que leem as placas dos veículos e verifica, por meio de sistema de dados dos órgãos de segurança pública, se existe alguma irregularidade ou ocorrência associada. O policial recebe — via terminal móvel de dados da viatura — os dados do veículo e do perímetro para atuação.

Hoje, o sistema verifica, em média, 11 milhões de veículos por dia, englobando a cidade de São Paulo, baixada Santista, Guarulhos e 30 outros municípios paulistas, além de já realizar monitoramento de rodovias estaduais. Somente no ano de 2016 foram recuperados cerca de 1,6 mil veículos.

"A nossa relação com a Capgemini resultou em uma parceria produtiva e com uma excelente sinergia no desenvolvimento de projetos. Assim, a sociedade paulista pode contar com serviços prestados com compromisso e alto padrão de qualidade", finaliza o coronel.