Segurança > Aplicativos

Palo Alto cria fundo de US$ 20 mi para incentivar desenvolvimento de aplicações de segurança

Objetivo do fundo de venture capital é incentivar o desenvolvimento de aplicações de startups baseada na nuvem

26 de Junho de 2017 - 13h31

A Palo Alto Networks, empresa especializada em cibersegurança corporativa, está investindo na criação de um fundo de venture capital de US$ 20 milhões. O objetivo incentivar o desenvolvimento de aplicações de empresas de segurança em estágio de desenvolvimento e crescimento com abordagem baseada na nuvem.

O desenvolvimento de aplicações visa atender as novas necessidades da plataforma de segurança de próxima geração da Palo Alto Networks, que agora está baseada em um framework em nuvem. Este novo framework representa uma evolução da plataforma de segurança, modificando o modelo de consumo das organizações, permitindo que os clientes consumam e implementem rapidamente uma variedade de aplicações de segurança baseadas em nuvem de qualquer fornecedor, grande ou pequeno.

O framework de aplicação introduz um modelo de consumo SaaS exclusivo, que permite aos clientes avaliar e implantar rapidamente novos recursos através de aplicativos de segurança criados pela Palo Alto Networks, desenvolvedores de terceiros,  provedores de serviços gerenciados de segurança (MSSPs) e suas próprias equipes para resolver inúmeros desafios de segurança e casos de uso.

Segundo a Palo Alto Networks, até o momento, mais de 30 fornecedores do setor de segurança já se comprometeram a desenvolver aplicações para a nova estrutura da empresa, entre elas: Accenture, Algosec, Anomali, Attivo, BlackStratus, Firmo, ForeScout, FourV, Tâmil, Tenable, Threat Quotient, Rap, Tuim, VMware e Vendera.

Além disso, a Palco Alto Networks também lançou o GlobalProtect cloud service, a nova oferta que eleva sua infraestrutura de segurança de próxima geração como um serviço baseado na nuvem para locais remotos e usuários móveis. Ele permitirá que os usuários utilizem os recursos preventivos da plataforma de segurança de próxima geração, incluindo visibilidade e controle de aplicações, prevenção a ameaças, filtro de URL e o serviço de análise de ameaças, WildFire, para a segurança de redes remotas e usuários móveis.