Infraestrutura > Banco de Dados

Oracle disponibiliza banco de dados autônomo

Autonomous Data Warehouse Cloud foi anunciado no ano passado pela companhia e chega oficialmente ao mercado

28 de Março de 2018 - 11h22

Na tarde da última terça-feira (28/3), Larry Ellison, CTO da Oracle, e Mark Hurd, CEO da companhia, realizaram um webcast para anunciar novidade sobre a nuvem autônoma da companhia. Em especial, a disponibilidade do Autonomous Data Warehouse Cloud, baseado no Oracle Database 18c, que é o primeiro lançamento relacionado ao novo modelo de oferta do banco de dados autônomo da empresa. A solução foi anunciada há cerca de seis meses, durante o Oracle OpenWorld, conferência anual da empresa nos EUA.

Os executivos descrevem o Autonomous Data Warehouse Cloud como a primeira solução na nuvem que prescinde da intervenção humana por oferecer autoexecução, autoproteção e autorreparação, graças ao uso de machine learning.

Esses recursos de autogerenciamento, autorregulação e autocorreção automatizam os principais processos de gerenciamento e segurança em sistemas de banco de dados, como correção, ajuste e atualização, tudo isso mantendo a infraestrutura crítica em constante execução.

Um dos principais objetivos é tirar do DBA o trabalho mais operacional para que eles possam focar em ações estratégicas de governança e análise de dados. A Oracle conseguiu automatizar muitas tarefas rotineiras de provisionamento, proteção, ajuste, monitoramento, recuperação e outras tarefas ligadas ao gerenciamento do banco de dados, tudo isso em tempo real e de forma extremamente ágil.

A ideia é a de que o DBA estabeleça controle granulares para que seja capaz de receber alertas todas as vezes que as necessidades de ajustes de segurança e, principalmente, de escalabilidade, ultrapassarem os limites especificados no SLA.

De acordo com a empresa, a automação na manutenção e gerenciamento reduz os custos de administração em até 80% e proporciona mais de 99,99% de disponibilidade, ou menos de 2m30s por mês de downtime, já incluindo manutenções planejada.

Entre as características que mais chamam atenção, segundo a empresa, estão:

- Simplicidade de uso - É a primeira solução de provisionamento de data warehouse que garante um sistema com backup automático, criptografia e uma arquitetura de alta disponibilidade em apenas alguns segundos. Além de uma migração para a nuvem mais simples devido à total compatibilidade com bancos de dados on-premise existentes.

- Velocidade - A Oracle diz garantir a mesma velocidade para as cargas de trabalho pela metade do custo cobrado pela Redshift, solução de data Warehouse da Amazon Web Services.

- Escalabilidade - A capacidade de aumentar ou reduzir dinamicamente os recursos no modelo pay-per-use, permite a cobrança por CPU/hora e Terabyte/mês.

“Seus dados são valiosos. À medida que sua empresa cresce e as regras de conformidade mudam, você precisa da flexibilidade para gerenciar seus dados com eficiência ”, afirma a Oracle.