Cloud Computing > Aplicativos, Cloud Híbrida, Cloud Privada, Cloud Pública

Oracle adquire fornecedora de infraestrutura de nuvem Dyn

Aquisição é parte da estratégia da fabricante de software para impulsionar suas ofertas de nuvem e tentar competir com os serviços da Amazon e Microsoft

21 de Novembro de 2016 - 14h38

A Oracle assinou acordo nesta segunda-feira, 18, para adquirir a Dyn, fornecedora de infraestrutura para internet e nuvem, como parte de sua estratégia para impulsionar suas ofertas de nuvem e tentar competir com os serviços da Amazon e Microsoft. O valor da transação não foi revelado.

No mês passado, a Dyn foi alvo de um ataque massivo de negação de serviço distribuído (DDoS, na sigla em inglês) que interrompeu o tráfego principalmente na costa leste dos Estados Unidos. Ela opera uma rede global pela qual trafegam 40 bilhões de transações por dia, de mais 3,5 mil clientes corporativos, incluindo Netflix e Twitter.

A Dyn monitora e otimiza aplicativos de internet e serviços em nuvem com o objetivo de oferecer acesso mais rápido e tempo menor de carregamento de páginas. A aquisição dará à Oracle um portfólio único para clientes corporativos que procuram serviços de infraestrutura como serviço (IaaS) e plataforma como serviço (PaaS).

A Oracle fez uma investida agressiva no mercado de nuvem nos últimos meses, com o presidente executivo Larry Ellison prometendo fazer uma concorrência feroz à Amazon Web Services. Alguns observadores têm questionado se a empresa realmente terá fôlego para enfrentar a Amazon e a Microsoft.

A Oracle investiu pesadamente em sua plataforma de nuvem e tem ambições de se tornar líder de mercado, mas sua força agora está no suporte à nuvem de suas próprias aplicações, disse Paul Miller, analista sênior da Forrester. "A nuvem da Oracle faz mais sentido para os clientes já fortemente integrados ao ecossistema de ferramentas e aplicações da Oracle", disse Miller.

Muitos clientes da Oracle também já fizeram um grande investimento em seus próprios data centers, e não devem partir para a migração em massa para a nuvem de terceiros, ainda por vários anos, acrescentou Miller. "Portanto, ela conta, com uma demanda por nuvem híbrida, em que algumas cargas de trabalho são executadas em nuvens públicas e outras funcionam nas instalações do cliente."

No modelo de serviço híbrido, a aquisição da Dyn faz sentido, disse Miller. Os serviços de otimização de rede da Dyn podem ajudar a Oracle a acelerar seu próprio tráfego de rede e ajudar a empresa e seus clientes a "otimizar o fluxo de dados entre os data centers da Oracle e as próprias instalações de um cliente", acrescentou. "Essa otimização torna o fluxo de dados mais rápido e também economiza dinheiro."

A Oracle se recusou a comentar sobre a aquisição.

*Com informações der Grant Gross, do IDG News Service.