Negócios > ERP

Oferta do S/4Hana em nuvem pública preenche lacuna para SAP Brasil

Fabricante alemã foca em médias empresas e subsidiárias de grandes companhias no País

10 de Abril de 2018 - 10h21

Há pouco mais de um mês, a SAP anunciou o início da oferta do ERP S/4Hana no formato software como serviço (SaaS) para nuvem pública no Brasil. O movimento é mais uma iniciativa fortemente baseada na crescente estratégia de cloud da companhia.

Jaime Müller, COO da SAP no Brasil, define a novidade como principal lançamento da companhia no ano - pelo menos considerando tudo que a fabricante alemã tem previsto até o momento.

Mas, mais do que prover uma nova forma de acesso a clientes ao poderoso sistema de gestão empresarial, a oferta pretende preencher uma espécie de "lacuna" em relação às ofertas da SAP no Brasil: médias empresas - organizações com um número mínimo de cerca de 100 usuários. É nesse porte de companhias que está o principal foco do novo modelo em nuvem pública.

O executivo explica que, para empresas com número de usuários inferior a uma centena, a aposta é na já existente plataforma Business One, focada em PMEs. Já companhias com operações maiores têm mais estabilidade com os outros modelos - tanto em cloud privada, híbrido ou on-premise.

As apostas com a nuvem pública, ofertada na infraestrutura de cloud da própria SAP, são em agilidade, segurança e custos. Muller calcula que uma implementação neste formato pode ser feita em 12 a 16 semanas em uma média empresa. "Algo impensável há alguns anos", comenta.

Ainda, a estrutura garante segurança sobretudo a companhias que não estejam confortáveis com sua infraestrutura própria, bem como economia de custos de 20 a 25%.

Outro alvo inicial são subsidiárias de grandes organizações, com número de usuários semelhante a uma média empresa. 

"É a maior aposta do ano por se tratar de um mercado pronto e uma expertise que temos", comenta o executivo, lembrando que a oferta já existe em outros 25 países. Além do Brasil, o México é outro país da América Latina a recentemente contar com a novidade.

Atualizações

Outro diferencial da nova oferta, destacado pelo executivo, são as atualizações da ferramenta, que passam a ser trimestrais, em formato parecido com a atualização de sistemas operacionais de smartphones: com novas funcionalidades, sem custo adicional para o cliente.