Gestão > Banco de Dados

O que você faria se a história da sua empresa fosse totalmente apagada?

Muitas organizações não percebem a importância de priorizarem a cópia de segurança das informações, já que esse é um processo muito mais complexo do que parece

16 de Agosto de 2017 - 12h27

A história da sua empresa é escrita página por página, todos os dias. São informações sobre clientes, contatos, dados financeiros, cadastros de funcionários, documentos, contratos, imagens, entre outros conteúdos relevantes produzidos diariamente. E você já se deu conta de que para preservar isso tudo e alcançar a tranquilidade que você e a sua empresa necessitam é importante contar com um serviço gestão de backup dos seus dados?

De acordo com pesquisa divulgada pela Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), vinculada à Secretaria Executiva do Ministério da Educação, cerca de 70% das empresas brasileiras que perderam todos seus dados encerram suas atividades até dezoito meses após o ocorrido.

São diversos os imprevistos que podem ocasionar esse prejuízo como incêndios, enchentes, erros de colaboradores ao apagar ou substituir arquivos importantes, ataques por vírus e problemas técnicos no hardware.

Em seu último estudo mundial divulgado, a EMC, multinacional americana de infraestrutura de TI, destacou que problemas com perda de dados e inatividade custam até US$ 26 bilhões anuais às empresas brasileiras. Além disso, o estudo apontou que 62% dos profissionais de TI do Brasil não confiam integralmente em sua capacidade de recuperar informações após um incidente. Em geral, as empresas tiveram 17 horas de tempo de inatividade, gerando perda de receita e atraso na entrega de serviços e produtos.

Mesmo com esses números alarmantes, muitas organizações não percebem a importância de priorizarem a cópia de segurança das informações, já que esse é um processo muito mais complexo do que parece.

Trata-se de um procedimento que demanda tempo e atenção para controlar todas as mudanças que ocorrem no dia a dia das companhias. Só com a mudança cultural interna, o uso das tecnologias certas e uma gestão profissional do backup, será possível assegurar a integridade dos dados.

O backup é a última, e mais importante, barreira que a empresa tem para proteger suas informações. Se acontecer algum incidente e alguém precisar recuperar algum dado, é fundamental que o esse serviço esteja funcionando corretamente. Caso contrário, trabalhos, contratos e muitos outros assuntos relevantes podem se perder para sempre.

Algumas empresas ainda não enxergam esse cuidado como estratégico e acabam fazendo o armazenamento de forma arcaica, colocando em risco todo o negócio.

A área de TI evoluiu muito nos últimos anos e as soluções de backup também acompanharam este movimento. Hoje, um bom serviço de armazenamento de dados é muito mais do que apenas uma cópia de arquivos. Há empresas de mercado que oferecem soluções de backup alinhadas com gestão e inteligência, capazes de compreender a rotina das empresas e trabalhar para garantir a continuidade do negócio diante a um desastre, além de prover informações relevantes para atender a exigências de auditoria e apoiar na tomada de decisões mais assertivas. O resultado? Segurança na gestão de informações, maior eficiência dos processos, garantia de disponibilidade dos dados, transparência e redução de custos.

Consegue entender a importância do backup para que sua empresa não pare e não desapareça? Não adianta só investir em soluções tecnológicas se você não gerenciar corretamente suas informações. Avalie a segurança dos dados armazenados e não perca nenhuma página da história da sua empresa.

*Alexandre Paoleschi é CEO da Konics IT.