Negócios > Empreendedorismo, Startups

O que fazer para ser um empreendedor de sucesso em tecnologia?

Quais as vantagens de abrir uma startup? Coordenador da Incubadora do Parque Tecnológico de Sorocaba explica

29 de Maio de 2018 - 09h55

Nos últimos seis anos, cerca de 50 novas empresas passaram pelo Parque Tecnológico de Sorocaba para desenvolver soluções em produtos e serviços com embasamento no que existe de mais moderno na tecnologia.

Atualmente, 14 empresas estão incubadas no local e este número deve dobrar até o final deste ano. Essas incubadas desenvolvem projetos inovadores para solução de problemas nos mais diversos segmentos, e essa é a grande aposta do momento: a chamada startup.

Mas, você sabe quais cuidados deve tomar ao empreender neste ramo? Quais as vantagens de uma startup? Para te ajudar a entender melhor este novo mercado, o Coordenador da Incubadora do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), Marcelo De Santis Ferreira, dá algumas dicas.

“O empreendedorismo é a profissão do futuro. É uma nova opção, além do tradicional emprego registrado como funcionário de uma organização. Mas antes de investir nesta trajetória é preciso tomar alguns cuidados, como procurar um mercado que tenha muitos problemas, pois sua empresa precisa resolver estes problemas e, desta forma, quanto mais, melhor. Já vi muitas empresas apresentarem produtos que seus clientes não querem, pois não souberam ouvir e enxergar suas reais necessidades”, disse.

Segundo ele, uma startup traz vantagens diante de empresas convencionais, como a agilidade em desenvolver soluções inovadoras e a flexibilidade para adaptar possíveis mudanças em seus produtos ou serviços de acordo com a necessidade do mercado. Além disso, é possível oferecer modelos de negócios com soluções de menor custo que os modelos tradicionais do mercado.

“Tanto é que muitas empresas consolidadas estão, cada vez mais, se aproximando de startups, inclusive criando seus próprios espaços para atraí-las o quanto antes e assim se tornarem parte da organização”, completa Marcelo.

Marcelo destaca ainda que não existe uma receita de sucesso para o novo empreendedor, mas que alguns pontos são importantes: ter foco e fazer a correta gestão do tempo; assumir e tentar minimizar riscos; ser persistente; testar suas soluções e atualizar os conhecimentos constantemente.

Como proteger seu negócio

Investir em qualquer atividade econômica exige planejamento. Não basta ter em mente a solução que deseja desenvolver e o público-alvo, é preciso se atentar para todas as responsabilidades e deveres jurídicos que englobam a abertura de uma empresa.

No campo da organização de negócios, esse planejamento passa necessariamente pelos contratos, que vão desde o contrato de investimentos até o modelo societário que será adotado. “Com isso, tanto investidores como os empreendedores que recebem os aportes de capital constroem a empresa com regras claras desde o início do negócio, o que evita conflitos e mitiga riscos”, enfatiza o advogado especialista em direito empresarial, Dr. Vinícius Camargo Silva, da CSDS Advogados, de Sorocaba.

O advogado destaca algumas decisões que devem ser observadas logo no início para que se tenha, com clareza, qual o papel de cada um na empresa. “Itens como ‘quem tem o poder de decisão’, ‘como serão divididas as despesas e lucros’ e ‘como serão as funções administrativas dentro da equipe’ precisam ser definidos para contribuir com o sucesso do negócio”, exemplifica.

É importante também lembrar que quando o assunto é tecnologia, questões como patentes, domínios, direitos autorais e propriedade intelectual têm que ser levadas em conta. Proteger a ideia inicial é manter ‘a alma’ de uma startup e este é um diferencial competitivo que não pode ser esquecido.