Negócios > Pesquisas de Mercado

À espera do Windows 10? Vendas globais de computadores caem 11,8%

Segundo a IDC, fabricantes de PCs distribuíram um total de 66,1 milhões de unidades de desktops e notebooks no segundo semestre de 2015

10 de Julho de 2015 - 15h06

As vendas globais de computadores caíram 11,8% no segundo trimestre de 2015 em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo um relatório liberado nesta quinta-feira (09/07) pela IDC.

No total, os fabricantes enviaram um total de 66,1 milhões de unidades mundialmente, incluindo desktops e notebooks rodando o Windows e outros sistemas. Esse número ficou um pouco abaixo do que a consultoria esperava.

A empresa de pesquisas afirma que a queda foi causada, em parte, porque as vendas de PCs no mesmo período de 2014 foram impulsionadas pelas pessoas comprando novos computadores para fazerem o upgrade do Windows XP, que a Microsoft parou de suportar em abril daquele ano.

Além disso, os parceiros das fabricantes reduziram os estoques no segundo trimestre em preparação para a chegada de novos aparelhos rodando o Windows 10, que levaram às quedas nas vendas. Os consumidores de fora dos Estados Unidos também foram afetados pelas mudanças nas taxas de câmbio pelo mundo, uma vez que algumas moedas se enfraqueceram em relação ao dólar.

No entanto, a queda não causou muita preocupação a Loren Loverde, vice-presidente da IDC para o segmento de computadores. Segundo ele, o declínio nas vendas “está dentro das expectativas” e o mercado vai estabilizar nos próximos anos.

Vale lembrar que a Microsoft vai permitir o upgrade gratuito para o Windows 10 para todos os usuários que tiverem uma máquina rodando o Windows 7 ou 8.1. Por isso, os especialistas não apostam que o novo sistema possa “salvar”  as vendas de PCs ainda em 2015.