Negócios > Resultados Financeiros

Nice Systems encerra ano com crescimento no lucro e receita

Fornecedora de sistemas para contact center encerrou o ano com crescimento de 13% no lucro líquido, para US$ 220,6 milhões, e de 11% na receita, que somou US$ 1 bilhão

27 de Fevereiro de 2017 - 15h46

A fornecedora de sistemas para contact center Nice Systems divulgou os resultados financeiros do quarto trimestre e do ano de 2016 com crescimento do lucro e receita. O lucro líquido no quarto trimestre cresceu 8%, para US$ US$ 72,4 milhões, ante US$ US$ 66,9 milhões registrados no mesmo período de 2015. No ano, o lucro totalizou US$ 220,6 milhões, cifra 13% superior aos US$ 195 milhões contabilizados um ano antes.

O lucro operacional e a margem operacional do quarto trimestre foram de US$ 93,9 milhões e 28,6%, respectivamente, comparados a US$ 82,2 milhões e 29,7%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior. Já o lucro operacional e a margem operacional do exercício completo aumentaram para US$ 272,6 milhões e 26,5%, respectivamente, comparados a US$ 235,5 milhões e 25,4%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

A receita total da Nice no quarto trimestre foi de US$ 328,5 milhões, o que representa alta de 20,1% na comparação com os US$ 273,6 milhões em igual período de 2013. ​No exercício completo, a receita aumentou 11,1%, alcançando US$ 1 bilhão, na comparação com US$ 927 milhões do mesmo período do ano anterior.

O fluxo de caixa operacional do quarto trimestre foi de US$ 37,7 milhões. O fluxo de caixa proveniente de operações, referente ao exercício completo de 2016, alcançou a marca de US$ 220,3 milhões. No quarto trimestre, US$ 8,6 milhões foram utilizados para recompra de ações e US$ 9,6 milhões para quitar dividendos. Até 31 de dezembro de 2016, o total de caixa e equivalentes de caixa, os investimentos de curto prazo e os títulos e valores mobiliários comercializáveis eram de US$ 286 milhões, e a dívida total era de US$ 465,2 milhões.

“Encerramos o ano em alta, com um forte desempenho no quarto trimestre, que culminou em um crescimento de 11% na receita total não GAAP de 2016”, disse Barak Eilam, CEO da Nice. “Os resultados do quarto trimestre refletiram um crescimento generalizado em cada um de nossos segmentos de negócio, com maior ênfase no setor de análise”.