Negócios

E-commerce de TI para PMEs mira R$ 7 milhões em receitas

FourServ investiu R$ 100 mil em nova plataforma e planeja faturar R$ 10 milhões em 2015

24 de Novembro de 2014 - 12h00

A FourServ traçou seus planos e corre atrás de um faturamento de R$ 7 milhões em 2014. A empresa, um e-commerce de equipamentos de tecnologia que tem 60% de suas receitas de negócios junto a pequenas e médias empresas, investiu R$ 100 mil em uma nova plataforma para sustentar a evolução.

Caso atinja o objetivo, o varejo virtual verá suas receitas saltarem 40% frente aos números registrados no ano passado. Com isso, ainda, gabarita sua operação para ir em busca da meta de obter R$ 10 milhões em faturamento ao final de 2015.

Fundada em 2002, a empresa nasceu como prestadora de serviço e vendas de produtos de informática. Aos poucos, porém, se distanciou desse nicho e rumou para o e-commerce de produtos de tecnologia.

Há cerca de cinco anos, refinou sua estratégia de loja virtual para atender demandas de empresas de pequeno porte, basicamente, para fugir da competição dura contra grandes redes de varejo que entravam com ofertas de produtos de informática para o mercado de PME e SoHo (small offices e home offices).

A principal especialização da empresa é a atuação como vendedora de sistemas de storage. “Armazenamento cresceu muito em função do medo de perder dados”, observa Fellipe Aversa, gerente de e-commerce da Fourserv, citando que a companhia mantém um time técnico e comercial para suportar projetos em clientes.

Atualmente a revenda possui 5 mil clientes ativos que realizam compras com ticket médio de R$ 1,2 mil. A lista de produtos que comercializa contempla marcas como Seagate, Western Digital, Cisco, Lenovo, HP e IBM, entre outras.