Gestão > Finanças

Microsoft estende contrato com Accenture até 2025

Consultoria seguirá prestando serviços financeiros, contábeis e de processos de negócios de suprimentos, por meio de recursos como inteligência artificial e automação

13 de Dezembro de 2016 - 12h16

A Microsoft estendeu o contrato de sete anos que mantém com a Accenture para continuar fornecendo serviços financeiros, contábeis e de processos de negócios de suprimentos. A consultoria vai aproveitar os recursos de inteligência artificial, automação e análise para oferecer insights de negócio melhores e ajudar a aumentar a produtividade e a eficiência da Microsoft.

Conforme os termos do contrato, a consultoria continuará a fornecer à gigante da tecnologia serviços de suprimentos, contas a pagar, financeiros e contábeis para suas mais de 120 subsidiárias em todo o mundo. O contrato original foi assinado em 2007, quando a Microsoft começou a padronizar seus processos de finanças, contabilidade e suprimentos globalmente para uma iniciativa intitulada OneFinance.

A Accenture vai aproveitar as tecnologias de inteligência artificial para interpretar as solicitações dos fornecedores e executar automaticamente os processos de acompanhamento, concebidos para melhorar o atendimento ao cliente, acelerando os tempos de resposta e aumentando a precisão. A Accenture também aplicará análises preditivas e prescritivas avançadas para fornecer insights baseados em dados, melhorando ainda mais a eficácia das atividades de compliance e aumentando a exatidão da previsão de caixa global.

"Nossa colaboração de longa data com a Accenture nos permitiu, por meio de nossa iniciativa OneFinance, padronizar nossos processos financeiros e contábeis em 120 países, melhorando a conformidade e o controle de nossas operações, e reduzindo os custos relacionados em 30%", revela Grace Lao, gerente geral de operações financeiras da Microsoft. "Com base nos últimos nove anos, esperamos continuar a inovar e estimular novos projetos de transformação, juntamente com a Accenture, desenhados para redefinir os processos de produtividade e negócios da Microsoft".

Para Sean McNamara, diretor executivo da prática de comunicações, mídia e tecnologia (CM&T) da Accenture, "o relacionamento com a Microsoft é um dos grandes exemplos na indústria do que duas organizações podem alcançar em uma colaboração contínua e de longo prazo, que está focada em promover resultados de negócio. As capacidades de automação e análise inteligentes que sustentam nossos serviços de processos de negócios de finanças, contabilidade e suprimentos podem permitir que a Microsoft automatize ainda mais os processos e obtenha informações de negócios mais rapidamente, abrindo caminho para um crescimento futuro".