Infraestrutura > Pesquisas de Mercado, Storage

Mercado de produtos para infraestrutura de TI em nuvem tem disparada em 2017

Expansão de nuvem pública impulsiona crescimento de dois dígitos

02 de Abril de 2018 - 11h15

A receita com a venda de produtos de infraestrutura para TI em nuvem registrou crescimento de 27,3% no terceiro trimestre de 2017, em comparação ao ano anterior, chegando aos US$ 12,8 bilhões. No ano, a receita, que inclui produtos como servidores, storage e Ethernet switch, somou US$ 43,4 bilhões e crescimento de 21,7% em relação a 2016. Os números são de novo relatório divulgado pela IDC.

O crescimento do mercado acompanha a alta da receita de infraestrutura de nuvem pública, que quase dobrou nos últimos dois anos, para US$ 8,5 bilhões, crescendo 34,0% ano a ano no último trimestre de 2017. Além disso, a receita de nuvem privada atingiu US$ 4,3 bilhões para um aumento anual de 15,7%.

A receita total de infraestrutura de TI em nuvem em 2017 mais do que dobrou em comparação com 2013. As receitas combinadas de nuvem pública e privada agora representam 42,2% do total mundial de gastos em infraestrutura de TI, em comparação a 39,3% um ano atrás.

Já a receita de infraestrutura de TI tradicional (não em nuvem) cresceu 12,8% em comparação com o ano anterior, embora tenha diminuído de maneira geral nos últimos anos; em US $ 17,5 bilhões no 4º tri, representa ainda 57,8% do total mundial de gastos em infraestrutura de TI.

Kuba Stolarski, diretor de pesquisa de Plataformas de Computação da IDC, comenta que o ano de 2017 terminou forte para infraestrutura de TI em nuvem pública, liderada pela contínua expansão da Amazon e pelo crescimento renovado das infraestruturas do Google e do Facebook. "Embora tenha havido um grande crescimento em todos os segmentos de infraestrutura de TI, a nuvem pública, liderada pelos hyperscales, resultou na maior parcela do crescimento da infraestrutura, que deverá continuar neste ritmo por pelo menos mais alguns trimestres", prevê.

Por região

Fora América Latina e Japão, que cresceram 6,2% e 4,8%, respectivamente, em comparação com o mesmo período do ano anterior, todas as outras regiões do mundo aumentaram sua receita de infraestrutura de TI na nuvem em dois dígitos. A Ásia/Pacífico (excluindo o Japão) e a região Europa Central e Oriental registraram as taxas de crescimento mais rápidas em 59,0% e 34,1%, respectivamente. Canadá (23,3%), Oriente Médio e África (MEA) (27,5%) e EUA (21,1%) tiveram crescimento anual nos anos vinte, enquanto a Europa Ocidental (16,6%) teve crescimento anual nos adolescentes.

Fabricantes

A Dell registrou o maior aumento no último trimestre, com 28,7% de aumento de market share. A empresa manteve a liderança, seguida de perto pela  HPE. Confira o desempenho dos principais players.