Especial - IT LEADERS > IT Leaders 2016

Na vertical Serviços, Lisias Lauretti vence com nuvem e metodologias ágeis

O CIO leva o prêmio IT Leaders 2016 pelo projeto que inclui ampliação de nuvem híbrida com foco em atender consumidor final na Serasa

17 de Novembro de 2016 - 23h40

A estratégia do departamento de TI contempla um plano composto por uma série de transformações, previstas para entrar em prática ao longo dos próximos cinco anos. Nesse sentido, há um grande esforço de otimização e ajustes estruturais de arquiteturas tecnológicas.

O projeto considera a ampliação no uso de ambientes híbridos em nuvem e intensificação da utilização de metodologias ágeis, transformando blocos monolíticos em pequenos microsserviços.

“Os grandes objetivos consistem em aumentar o time to market, ter uma solução mais simples e que seja mais reutilizável no sentido de não vir com a necessidade de desenvolver várias coisas, em vários lugares e em várias vezes”, cita o CIO Lisias Lauretti.

No fundo, a estratégia é alinhar iniciativas a fim de permitir que a tecnologia opere de forma mais simples e automática, possibilitando que a TI traga velocidade e suporte ao negócio, além de reduzir o tempo de desenvolvimento e sustentação.

Esse contexto se alinha a um movimento da empresa para ir além do mercado B2B e atender mais o consumidor final, o que requer uma abordagem diferenciada.

FINALISTAS

Danilo Zimmermann
Alelo Brasil
Diretor Executivo de Operações e TI 

Projeto de maior destaque: Plataforma que permitiu à companhia expor serviços externamente sem perder os níveis de segurança.

Visão de inovação corporativa: O departamento de TI trabalha no lançamento de um cartão para adiantamento de salário com desconto em folha de pagamento. A solução “Alelo Pronto”, que é suportada por app para Android e iOS, é endereçada a usuários do benefício e pode ser usada como alternativa de crédito para despesas em restaurantes, supermercados e farmácias credenciadas.

Roberto Woltmann    
Sebrae - RS
CIO e CPO

Projeto de maior destaque: O órgão iniciou, em 2015, um projeto de digitalização dos processos internos e externos que veio com a finalidade de promover inovação nos serviços prestados a partir da integração de diversas tecnologias de gestão e análise de dados.

Visão de inovação corporativa: Todo esse programa está em expansão, com mudança de todo o atendimento de consultoria presencial para um modelo online. A estratégia de digital business foi aprovada também para 2017/2018, preparando um cenário radical de mudança no modelo de negócio da empresa.