Negócios

MediaTek lidera mercado de chips para smartphones na AL, impulsionada pelo Brasil

Segundo dados da IDC, a empresa ampliou sua participação no mercado latino-americano no primeiro semestre do ano para quase 40%

04 de Setembro de 2017 - 13h29

A fabricante de semicondutores MediaTek assumiu a liderança do mercado latino-americano de chipsets para smartphones no primeiro semestre. Segundo dados da IDC, a empresa taiwanesa cresceu 32% em unidades vendidas de smartphones, nos primeiros seis meses deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo quase 40% do market share.

“A América Latina é um mercado muito importante para a MediaTek, por isso estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos pela companhia na região”, afirma Russ Mestechkin, diretor de vendas corporativas da MediaTek para Estados Unidos e América Latina.

“Tivemos o maior crescimento de nossa história no Brasil”, comemora Samir Vani, country manager da Mediatek no país. A companhia tem atualmente 30,2% de participação no mercado brasileiro, segundo a IDC, com forte ritmo de crescimento. Do primeiro semestre de 2016 para o mesmo período deste ano, a empresa viu seu volume de unidades crescer 75% no país. O resultado no Brasil foi essencial para que a empresa atingisse o primeiro posto na América Latina.

Segundo Leonardo Munin, analista de pesquisa do mercado de celulares da IDC para América Latina, entre os fatores que levaram a MediaTek à liderança na região destacam-se os acordos realizados com grandes fabricantes como Samsung, Motorola e LG e o investimento da companhia no chamado middle market.

“Além de equipar modelos com grande volume de vendas desses fabricantes globais, a MediaTek também tem forte presença no setor de smartphones intermediários, que tem ganhado força nos últimos anos”, destaca o analista da IDC.  “Muitas pessoas que, em 2014 e 2015 compraram seu primeiro smartphone com recursos mais limitados, estão partindo agora para sua segunda compra e optando por aparelhos mais avançados e com preços competitivos, segmento no qual a MediaTek tem forte presença”, explica.