Internet > Fusões e Aquisições

Marissa Mayer deixará cargo de CEO após Verizon concluir compra do Yahoo

Thomas McInerney assumirá liderança da nova holding, a Altaba. Mayer deverá receber uma indenização de US$ 23 milhões por deixar o cargo

13 de Março de 2017 - 15h21

Marissa Mayer está com seus dias contados como CEO do Yahoo. Segundo documentos enviados pela empresa à Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) nesta segunda-feira (13/03), a executiva só permanecerá no cargo até que a operação de venda da parte operacional do Yahoo para a Verizon seja completada.

Após a conclusão da venda, o cargo de CEO da parte remanescente da companhia, que passará a ser chamar Altaba, será ocupado por Thomas McInerney, membro do conselho do Yahoo desde abril de 2012, conforme descrito em um dos documentos regulatórios enviado à SEC. McInerney atuou como vice-presidente executivo e CFO da IAC/InterActiveCorp de janeiro de 2005 a março de 2012. 

Um outro documento, também enviado à SEC nesta segunda-feira, descreve que a executiva deverá receber uma indenização de US$ 23 milhões após deixar o cargo de CEO. Em janeiro, o Yahoo disse à SEC que Mayer e outros cinco membros do conselho da nova holding sairiam após a venda para a Verizon.

O que não está claro ainda é se Marissa Mayer terá lugar na parte da empresa que ficará sob o controle da Verizon. Uma declaração enviada pela assessoria de imprensa do Yahoo à redação, afirma que nenhum anúncio foi feito ainda em relação à liderança da parte operacional do Yahoo "após ela tornar-se parte da família Verizon/AOL." "Essa decisão ainda está por ser tomada", diz a declaração.

Quando o Yahoo anunciou o acordo com a Verizon em julho do ano passado, Marissa disse que planejava ficar na companhia.  “Para mim, pessoalmente, eu planejo ficar”, disse ela na ocasião. “Eu amo o Yahoo, e acredito em todos vocês. É importante para mim ver o Yahoo entrar em seu próximo capítulo”. 

A expectativa é que a venda da operação de negócios do Yahoo para a Verizon seja concluída no segundo trimestre deste ano.

DECLARAÇÃO DE CORREÇÃO: esta matéria foi editada e modificada às 19h50 para refletir as informações enviadas pela assessoria de imprensa do Yahoo a respeito do futuro de Marissa Mayer na Verizon, após a operação de venda ter sido concluída".