Gestão > Aplicativos

ManageEngine cria site para atender mercado brasileiro e amplia parcerias

A partir de agora, as empresas poderão ter acesso a informações sobre as tendências de gestão de TI em português brasileiro e experimentar usar produtos de gerenciamento, gratuitamente

25 de Setembro de 2017 - 23h07

A ManageEngine, divisão de gerenciamento de serviço de TI da Zoho Corp., anunciou nesta segunda-feira, 25, o lançamento do novo site brasileiro, repaginado, e a estratégia de parcerias para oferta de serviços e suporte no país. Agora as empresas poderão ter acesso a informações sobre as tendências de gestão de TI em português brasileiro e experimentar usar produtos de gerenciamento, gratuitamente.

A ManageEngine oferece desde serviços na nuvem para o gerenciamento de recursos de TI e redes, aplicações, bancos de dados e web, suporte a desktops, dispositivos móveis e servidores, entre outros. A decisão de intensificar a atuação local se deve ao forte crescimento dos negócios ao longo dos últimos 12 meses, segundo Raj Sabhlok, presidente da ManageEngine.

Para reforçar essa atuação, a companhia, que já mantinha parceria com a Pinpoint IT Management, especializada em gerenciamento e soluções de TI e redes para ambientes corporativos, firmou acordos com a ACSoftware e Centric System Brazil Softwares. Essas empresas também irão procurar parceiros, a fim de ampliar a capilaridade e chegar a clientes em potencial.

De acordo com Sabhlok, os avanços da tecnologia estão criando novas oportunidades e desafios para as organizações brasileiras. "No entanto, unidades de negócios [não departamentos de TI] são cada vez mais as que fazem ou influenciam as decisões de TI. Para atender a essas demandas de negócios, equipes de TI precisam de um conjunto de ferramentas integradas que ajudem a alinhá-las às equipes de negócios, e somos unicamente qualificados para entregar essa solução."

Outro aspecto destacado pelo executivo é que a ManageEngine oferece mais de 90 aplicações de gestão de TI e ferramentas gratuitas para que os departamentos de TI brasileiros possam fazer a conexão entre TI e negócios, já que muitas vezes elas são prejudicadas por múltiplas soluções de gerenciamento de diferentes fornecedores que são funcionalmente desconectadas umas das outras e isoladas do resto da organização.

Ainda de acordo com Sabhlok, a área que mais cresce é a de mobile, que já representa cerca 30% da receita mundial da ManageEngine. Mas, segundo ele, a companhia deve avançar também na oferta de soluções de automação e inteligência artificial como, por exemplo, o chatbot desenvolvido pela Zoho, e que irá substituir funções de suporte ao usuário. Ele ressaltou, no entanto, que tecnologias como robôs de conversação devem chegar de forma gradual aos clientes, futuramente.