Tecnologia > APIs

Mais de 200 mil buscas por vagas da Catho passam por plataforma de APIs

Serviço classificados de empregos desenvolve projeto com a Sensedia

09 de Abril de 2018 - 10h41

A plataforma on-line de empregos Catho vem contando com um importante aliado nos últimos anos para fortalecer seus serviços: APIs (Interface de Programação de Aplicações).

A estratégia adotada foi a do efeito de “Lock-in”, em que parceiros buscam APIs de serviços externos para agregar novas funcionalidades aos seus serviços, o que faz com que o vínculo entre as duas empresas seja fortalecido.

A Catho desenvolveu um projeto em parceria com a Sensedia, em iniciativa mudou o engajamento com parceiros digitais. O processo de captação de novas vagas, que antes era feito majoritariamente por telefone, passou a ser liderado pelas APIs para disseminação dessas oportunidades de emprego.

Segundo Eduardo Thuler, CEO da Catho, atualmente mais de 200 mil buscas por vagas passam pela API exposta na plataforma. E a introdução da plataforma ajudou, ainda, a oferecer um serviço qualificado de consultoria de carreira para os assinantes, diz.

"A ideia do projeto era ganhar capilaridade na publicação das vagas, e tornar o processo mais fácil. Por meio de uma API, a integração com parceiros permitiria que as vagas fossem cadastradas no portal da Catho automaticamente por meio dos sistemas dos parceiros", explica Thuler.

O projeto, iniciado em 2014, busca, com um ecossistema de parceiros, garantir ao usuário final a melhor experiência de uso dentro dessa jornada que possui alguns intermediários, no caso da Catho. "A jornada aqui é a busca por recolocação de um dos seus usuários."

Atualmente cerca de dez parceiros utilizam as APIs da Catho, sendo que essas companhias integram a Catho a outras centenas de empresas.

Personalização

Nesse caso, o executivo explica que o conceito de Lock-in ocorre porque a Catho consegue disponibilizar vagas com melhor fit com o perfil dos usuários, já que possui um universo maior de vagas. "Esse fit faz com que o parceiro também consiga melhorar o seu processo de contratação, com candidatos com perfis mais adequados às suas vagas. O que torna o processo todo mais simples e preciso", comenta.

Para a Catho, o Lock-in se torna importante devido a integração com grandes agregadores que realizam parcerias com empresas que necessitam de auxílio em outros pontos do recrutamento que hoje a Catho não atua.

Benefícios

"Dentro de uma estratégia de ecossistema de parceiros, é bastante claro o tipo de uso que se espera dos parceiros. No caso da Catho a ideia é publicar vagas de forma mais simples. Para o parceiro, isso facilita o processo de abertura de vagas enquanto a Catho consegue aumentar a base de vagas abertas", explica.

Ainda, o executivo destaca que o uso de APIs proporciona à Catho ter acesso a vagas de empresas, que utilizam outros serviços que auxiliam em pontos específicos da contratação em que a Catho ainda não atua. "O principal benefício para a Catho, portanto, é o aumento da capilaridade de vagas, ajudando ainda mais os candidatos a encontrar a melhor oportunidade de trabalho e a troca de dados de candidatura", finaliza.