Cloud Computing > Cloud Híbrida

Maioria dos C-levels e líderes de TI sofre de 'cloudfobia', diz pesquisa

Para 75% dos entrevistados, a proteção de dados e backup estão entre os projetos de nuvem que mais impactam o negócio, aponta levantamento da CITO Research/Commvault

29 de Agosto de 2017 - 18h11

Uma pesquisa recente encomendada à CITO Research pela Commvault, fornecedora de soluções de proteção e recuperação de dados, revela que 81% dos C-levels (CEOs, CIOs e CTOs) e líderes de TI estão extremamente ou muito preocupados em perder os avanços da nuvem. Este receio por parte dos executivos ganhou o nome de Cloud Fomo (Fear of Missing Out, na sigla em inglês).

De acordo com o estudo, a Cloud Fomo tem levado os executivos a acelerar as suas estratégias da nuvem. Para 93% dos entrevistados, pelo menos um de seus processos internos está em fase de transição para a nuvem. Além disso, 56% declararam que já moveram ou pretendem mover não apenas alguns, mas todos os processos para a nuvem.

“Os resultados confirmam que a Cloud Fomo é real, principalmente, para os líderes de TI que lidam diretamente com valor dessa nova fronteira em suas organizações: desde o aumento dos resultados da tecnologia até o desenvolvimento estratégico para aumentar a agilidade comercial”, afirma Dan Woods, CTO da CITO Research. “A pesquisa ainda indica que a migração em direção à nuvem está em pleno vigor, mesmo que as empresas tenham dificuldade em entender quais são os recursos que ela oferece. A proteção e recuperação de dados é destacada como uma área fundamental, na qual a nuvem impacta significativamente os negócios”, salienta.

“Implementar tecnologias em nuvem continua a ser uma maneira eficaz de avançar na transformação digital do negócio. Tanto os C-levels quanto os líderes de TI estão legitimamente preocupados em manter o desenvolvimento da nuvem”, pontua Don Foster, diretor sênior de marketing de soluções da Commvault.

De acordo com a pesquisa, 75% dos líderes empresariais consideram a proteção e o backup de dados como um dos projetos em nuvem mais impactantes para seus negócios. No entanto, apesar de tê-los como a aplicação mais impactante para a nuvem, 63% deles mostram-se muito preocupados sobre estar preparado para remover dados rapidamente da nuvem. “Nossa experiência deixa claro que essas preocupações provêm das empresas que compreendem que precisam mais do que simplesmente ferramentas nativas para backup de nível básico”, emenda Foster.

A pesquisa destaca ainda os seguintes pontos:

As maiores barreiras que impedem mover mais aplicativos e dados para a nuvem:

. 68% atribui ao volume de dados;

. 65% investe no desenvolvimento de suas equipes e na aquisição de talentos para apoiar a migração;

. 55% cita políticas relacionadas a dados locais e na nuvem como os principais obstáculos.

Investimento de migração para nuvem:

. 87% dos líderes empresariais planejam destinar mais dinheiro para a nuvem no próximo ano, ao passo que apenas 4% preveem reduzir investimentos.

 Segurança e recuperação de dados:

. 91% afirmam ter implementado proteção de dados para SaaS ou aplicativos baseados em nuvem.

Principais razões do cliente para migrar para a nuvem:

. 33% focam na agilidade do negócio;

. 22% na economia de custo;

. 20% visam a inovação e o desenvolvimento de novos aplicativos, produtos e serviços.

Para os executivos entrevistados, a jornada para a nuvem é tão positiva, quanto importante. Apenas 1% descreveu sua jornada para a nuvem como frustrante, 13% a considera cara e 51% inovadora. Para 35% dos pesquisados, a jornada rumo à nuvem é algo emocionante.

Para a pesquisa foram ouvidos 100 C-levels e líderes de TI nos Estados Unidos, de setores como tecnologia, finanças, manufatura, saúde, varejo e telecomunicações, com o objetivo de obter uma melhor compreensão sobre suas perspectivas gerais e estratégias de negócios relacionadas à nuvem.