Tecnologias Emergentes > Internet das Coisas, Robótica

Loja do Japão "contrata" robô para vender smartphones

Gigante japonesa SoftBank diz que tratará-se de um experimento temporário para testar novas habilidades do robô

28 de Janeiro de 2016 - 12h36

No ano passado a empresa de tecnologia e telefonia móvel SoftBank vendeu mil unidades de seu robô Pepper em apenas um minuto ao custo de US$ 1,6 mil.

O robô possui alguns sensores e inteligência artificial baseados na nuvem. A companhia havia o descrito “como o primeiro robô pessoal que possui suas próprias emoções” e que um dos seus lugares seriam casas, ao lado de suas famílias humanas.

Mas o robô também mostra potencial para os negócios. A SoftBank tem preparado o robô para uma série de aplicações para o mercado corporativo e, em breve, o colocará sob teste.

Segundo informações do site Engadget, a companhia disse durante um evento que colocaria seus robôs em uma de suas lojas em março. A expectativa é que eles assumam algumas funções de atendentes, como fornecer informações e até levá-lo para assinar um contrato.

A empresa diz que tratará-se de um experimento temporário para testar as novas habilidades do robô. Em lojas da Nestle no Japão, ele já tem sido usado para cumprimentar clientes.

No início de janeiro, a companhia anunciou uma parceria com a IBM para integrar a tecnologia cognitiva do Watson no Pepper. O objetivo é que a inteligência artificial que alimenta o Watson ajude o robô a entender emoções humanas para melhor atender seus usuários.