API da semana

Por felipe.dreher
Sobre esse blog:

As APIs são a "cola" da Internet.
Entusiasta por tecnologia e geek convicto, Kleber Bacili é CEO da Sensedia

Home > API da semana

A lição de transparência da API do MailChimp

26 de Março de 2015 - 08h54

O MailChimp é uma das melhores ferramentas de e-mail marketing no mundo. Esse título não oficial poderia ser dado pelo fato de garantirem uma taxa de entrega de e-mails maior que a média, pela fantástica usabilidade da criação de campanhas ou mesmo pelo humor e irreverência do seu mascote passando dicas (e links de vídeos hilários).

Porém, há um ponto que diferencia muito mais o Mailchimp: sua estratégia de APIs.

Além de impulsionar integrações com outros serviços, a API do Mailchimp serve para alimentar também seus apps móveis. Diariamente são mais de 50 milhões de chamados à API feitos por mais de 250 mil usuários únicos.

mailchimp API

Página de abertura do Mailchimp

Hoje são raras as aplicações ou plataformas focadas em empresas que não se conectam ao Mailchimp (são mais de 700 soluções diferentes). Seu diretório mostra não só as ferramentas conectadas com informações e navegação invejável, mas também promove conexões com grandes plataformas (como Wordpress, Drupal, Magento, Salesforce, etc.).

A partir deste forte trabalho, o Mailchimp alcançou o efeito stickness em um SaaS: com essas integrações, o valor percebido pelo cliente aumenta e, com isso, a fidelidade ao serviço também cresce.

Mailchimp diretório

Diretório de integrações do Mailchimp

Recentemente a equipe de suporte à comunidade de desenvolvedores fez um post no blog relatando de forma super transparente e sincera todas as dificuldades que estavam encontrando com a segunda versão da sua API. Vendo que apenas um terço do tráfego das APIs era direcionado à v2 (enquanto os outros dois terços continuavam acessando a v1.3), eles destrincharam os problemas encontrados tanto no suporte e documentação da API, quanto em sua complexidade e arquitetura.

Pelas palavras deles, a conclusão foi: “Não estávamos tratando nossa API como uma das principais funcionalidades da ferramenta – não demos a atenção necessária e o resultado apareceu. Isso muda agora: estamos muito animados com o que vem por aí!“. Mais detalhes aqui http://devs.mailchimp.com/blog/taking-a-hard-look-at-api-v2-0/

E, na semana passada, eles anunciaram o programa Beta da API v3.0 onde prometem resolver diversos dos problemas enfrentados pelos parceiros, desenvolvedores e até por eles mesmos.

Mais detalhes aqui http://devs.mailchimp.com/blog/api-v3-0-enters-open-beta/

Algumas lições desse episódio:

A v2 tinha mais de 100 endpoints com tipos de interfaces diferentes. Era muito fácil para um desenvolvedor enveredar pelo caminho errado. Agora, o Mailchimp partiu para uma modelagem RESTful que utiliza corretamente o conceito de Resources e também os métodos HTTP de GET, POST, PATCH e DELETE.

A eterna dificuldade de manter a documentação atualizada vs. o risco de implementar um mecanismo automático de documentação: não tem mágica, a consistência da documentação requer muito mais transpiração que automação.

A utilização de modelos canônicos em JSON para representar todas as chamadas e tipos de retorno ajuda muito na uniformização das interfaces.

Do ponto de vista de marketing, é importante destacar que os parceiros e desenvolvedores não gostam do marketing tradicional em que é prometido o paraíso e, muitas vezes, entregue o purgatório. Eles, cada vez mais, esperam um relacionamento maduro e transparente no qual conheçam os desafios e limitações, além de poderem fazer parte da solução, tendo suas experiências ouvidas.

Até a próxima!

Posts anteriores

Todos os Blogs