Tecnologia > Lançamentos

Intervalor desenvolve novo canal de atendimento para plataforma omnichannel

Foco é proporcionar mais rapidez na comunicação, por não depender de gateways de terceiros para se relacionar com o consumidor

15 de Maio de 2018 - 15h59

O NOC.AI, plataforma de relacionamento omnichannel da Intervalor, conta com mais um canal de atendimento. Batizado de ON, o sistema de chat foi desenvolvido por equipe própria e pode ser utilizado em todos os tipos de dispositivos - smartphones, tablets e PCs.

Segundo a empresa, o foco é proporcionar mais rapidez na comunicação, por não depender de gateways de terceiros para se relacionar com o consumidor, além de reunir as vantagens de todos os sistemas de mensageria, e passar por atualizações constantes.

Rafael Matos, diretor de TI e Inovação da Intervalor, comenta que, ao contrário das ferramentas de chat do mercado, o ON não precisa ter uma sessão aberta de atendimento do consumidor, pois exibe sempre histórico de informações, oferecendo uma experiência de diálogo muito mais favorável e transparente. "Além disso, conta com várias funcionalidades como envio e recebimento de arquivos, relacionamento através de botões e decisões simples e configuração de perfis de atendimento para cada perfil de cliente. A personificação do relacionamento é um recurso extremamente inovador e traz muitos ganhos para o processo", explica.

O executivo diz que, desde março de 2018, mês em que começaram os pilotos do projeto, foram realizadas cerca de 150 mil interações com consumidores por este canal. "Para se ter uma ideia, sua aceitação inicial representou duas a três vezes mais contatos do que quanto introduzimos outros canais", lembra.

Ele aponta que uma das grandes vantagens do ON é a economia de tempo, já que o cliente consegue começar a usar muito rápido, após informar um número de confirmação, como o número do CPF. Comparado a um chat tradicional, ele economiza alguns minutos de abrir sites, cadastrar-se etc. "Outra vantagem é a velocidade da comunicação entre pedir informações e receber respostas. O ON trabalha de forma leve, com comunicações pequenas e rápidas", aponta.

"Temos que dizer que rapidamente o reposicionamos em nossa estratégia futura, e já incorporamos uma visão significativa sobre seu potencial. Mais do que um canal rápido e barato para consumidores se comunicarem, o ON deve se consolidar como um dos pilares da nossa estratégia digital", finaliza Matos.