Tecnologia

Intel desiste de projeto de óculos inteligentes

Empresa encerra divisão de desenvolvimento do Vaunt, e deve demitir aproximadamente 200 pessoas

20 de Abril de 2018 - 17h29

Depois de revelar seus óculos inteligentes Vaunt, há poucos meses, a Intel decidiu fechar a divisão desenvolvimento do wearable. O time de dispositivos vestíveis foi formado em 2013 com o objetivo de desenvolver aparelhos fitness e óculos inteligentes para o mercado.

Foram centenas de milhões de dólares em financiamento da empresa e parcerias, incluindo a Oakley, mas o projeto não seguiu. Segundo o The Information, a decisão deve resultar em demissões na equipe de New Devices Group (NDG), com aproximadamente 200 pessoas.

A Intel explicou seus motivos:

“A Intel trabalha continuamente em novas tecnologias e experiências. Nem tudo isso se transforma em um produto que escolhemos lançar no mercado. O projeto Superlight [codinome do smart glasses Vaunt] é um ótimo exemplo em que a Intel desenvolveu óculos de realidade aumentada verdadeiramente diferenciados para o consumidor. Vamos adotar uma abordagem disciplinada à medida que continuamos inventando e explorando novas tecnologias, que às vezes exigem escolhas difíceis quando a dinâmica do mercado não suporta investimentos adicionais”, diz um comunicado a sites americanos.

O Vaunt exibe notificações no canto inferior direito do campo de visão. Um laser de potência bastante baixa projeta uma imagem vermelha com tamanho de 400 x 150 pixels, com notificações do iPhone ou do Android recebidas via Bluetooth. Seu design é super simples e não há botões ou microfones. É preciso fazer gestos suaves com a cabeça.