Tecnologia > Estratégia, Robótica

HPE aposta pesado e reforça soluções com Inteligência Artificial

Fabricante atualizou soluções Haven OnDemand e lançou nova versão do software analítico Vertica

30 de Agosto de 2016 - 12h38

A Hewlett Packard Enterprise não esconde seu desejo de assumir posição relevante em um mundo de Big Data. A fabricante revelou novo esforço nesse sentido com dois novos elementos-chave: o Haven OnDemand Combinations (uma extensão de sua plataforma de “machine learning as a service”) e o Vertica 8 (maior update de seu software de analytics).

Lançado em março, a plataforma cloud HPE Haven OnDemand oferece interfaces de programação para aprendizado de máquinas e serviços desenhados para que desenvolvedores construam aplicações de dados ricas. A solução agora tem 70 APIs de inteligência artificial e mais de 18 mil usurários e a provedora quer ampliar esse ecossistema.

O Combinations, novidade apresentada agora, é um serviço em nuvem construído sobre a plataforma e oferece um catálogo pré-construído e customizável de API de machine learning, além de uma interface para combinar diversos desses recursos de forma bastante simplificada (tipo recortar e colar).

Disponibilizado para requisição no Haven OnDemand Marketplace, as ferramentas são entregues globalmente por meio do Microsoft Azure. A versão para desenvolvedores inclui preview e prototipagem gratuita, enquanto uma versão comercial também inclui outras capacidades, como níveis de serviço dentro de padrões corporativos.

A HPE revelou também uma nova versão de seu software analítico Vertica. Denominado de Frontloader, a versão 8 da ferramenta introduz uma arquitetura unificada e recursos de análise em bancos de dados.

De acordo com a provedora, as empresas podem usar o Vertica 8 para registros que reside em ambientes on premises, nuvens públicas e privadas e data lakes Hadoop. Com capacidades de aplicar recursos de aprendizado de máquina nesses contextos, as organizações poderiam criar e entregar modelos de machine learning baseados em linguagem R diretamente dentro do software.

Melhorias para tráfego de dados e orquestração deixam permitem que usuários carreguem informações 700% mais rapidamente do que antes, estimou a HPE. A tecnologia está otimizada para Azure e cloud da Amazon Web Services.