Você está vendo o preview de um conteúdo premium Torne-se um Insider para ler o artigo inteiro.
Gestão > Serviços

Guia para melhorar, muito, o relacionamento com provedores de serviços

Empresas podem evitar algumas das armadilhas no relacionamento complicado entre equipes internas de TI e prestadores de serviços. Veja as dicas dadas pelos próprios fornecedores de serviços

02 de Maio de 2017 - 17h12

Empresas podem evitar algumas das armadilhas no relacionamento complicado entre equipes internas de TI e prestadores de serviços. Veja as dicas dadas pelos próprios fornecedores de serviços

A relação entre empresas ou, mais especificamente, entre equipes internas de TI e prestadores de serviços é, na maioria das vezes, difícil. Pelo lado das corporações há frustrações no tocante aos níveis de serviço ideais. Já os fornecedores de serviços, ao que parece, têm um número igual de decepções quando se trata da disposição de seus clientes para aceitar a intervenção do provedor.

Para tentar ajudar os dois lados a estabelecer uma relação mais “amigável”, o Computerworld EUA pediu a provedores de serviços que listassem conselhos poderiam oferecer para suavizar alguns dos típicos solavancos que ocorrem etre eles seus clientes. Veja, a seguir, o que eles dizem:

1. Concentre-se nas necessidades dos usuários de negócios, não na tecnologia

Um dos maiores erros que a empresa pode cometer ao recorrer a um prestador de serviços é se concentrar muito na busca de tecnologia para resolver os problemas, em vez de procurar entender plenamente as questões que precisam ser resolvidas.