Negócios > Empreendedorismo, Governo, Startups

Governo de São Paulo credencia sete parques tecnológicos

Quatro empreendimentos são localizados em Campinas. O restante é nas cidades de Santo André, Botucatu e São José do Rio Preto

19 de Janeiro de 2016 - 16h17

O governo do Estado de São Paulo concedeu, na terça-feira (19/01), credenciamento definitivo a sete parques tecnológicos paulistas. Do total, quatro empreendimentos são localizados em Campinas (Unicamp, CTI, CPqD e Tecnopark). O restante situa-se nas cidades de Santo André, Botucatu e São José do Rio Preto.

A partir da medida, as entidades gestoras dos empreendimentos podem receber incentivos fiscais e realizar convênios com o Estado para repasse de recursos voltados a obras e aquisição de equipamentos.

Empresas que se instalarem em parques tecnológicos do SPTec, que possuem credenciamento definitivo, poderão participar do programa estadual de incentivos fiscais, chamado Pró-Parques.

Além disso, instituições de apoio e empresas de base tecnológica poderão utilizar créditos acumulados de ICMS ou diferir o imposto para pagamento de bens e mercadorias a serem utilizados na realização de investimentos e no pagamento de ICMS relativo à importação de bens destinados ao ativo imobilizado.

As iniciativas já estavam credenciadas provisoriamente no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec). Na publicação do decreto nº 61.418, de 10 de agosto de 2015, foi acrescida uma disposição transitória que possibilitou que os negócios credenciados provisoriamente recebessem o status de definitivo.

O governo paulista criou o SPTec para dar apoio e suporte aos parques tecnológicos. A ideia do programa é ajudar esses empreendimentos a atraírem investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica, que promovam o desenvolvimento econômico do Estado.

Em São Paulo, existem 28 iniciativas para implantação desses empreendimentos, sendo que o Parque Tecnológico de São José dos Campos foi o primeiro a receber o status definitivo no Sistema. Desde então, outros cinco parques também já receberam este título, são eles: Parque Tecnológico de Sorocaba, Parque Tecnológico de Ribeirão Preto, Parque Tecnológico de Piracicaba, Parque Tecnológico de Santos e Parque Tecnológico de São Carlos (ParqTec).