Internet > Segurança de Aplicação

Google lança atualização para identificar sites inseguros

Empresa lançará uma nova atualização em seu browser que permitirá aos usuários identificarem sites que não utilizam o protocolo de criptografia de informações: o HTTPS

20 de Julho de 2017 - 19h33

Com o objetivo de aumentar a segurança das informações transmitidas na internet, o Google lançará uma nova atualização em seu browser que permitirá aos usuários identificarem sites que não utilizam o protocolo de criptografia de informações: o HTTPS. Desse modo, todos os sites em que seja possível a transmissão de informações — sejam em formulários, barras de buscas ou dados de compra — e que não utilizam o protocolo HTTPS, terão o aviso “Não Seguro” de maneira visível ao usuário.

Segundo o consultor de marketing digital da WSI, Eduardo Storini, esta é “uma forte maneira do Google incentivar essa mudança por parte das empresas a usarem o protocolo HTTPS”. Ele diz que o protocolo HTTPS evita que pessoas mal-intencionadas possam ter acesso às informações dos usuários, como senhas, por exemplo. “O curioso que receptar as informações que você está transmitindo não será capaz de identificá-las, e dessa forma você aumenta o nível de proteção dos seus dados.

As mudanças entrarão em vigor a partir de outubro, e as empresas e sites precisam se adequar para evitar que isso impacte na forma como os visitantes acessam seus sites.

Uma boa maneira de conduzir a migração do protocolo HTTP para o protocolo HTTPS e evitar problemas com o Google é através de uma auditoria de SEO, que pode ser feita tanto por profissionais da área ou por softwares especializados. Neste link, auditoria SEO, é possível realizar uma auditoria SEO e verificar se seu site está de acordo com as diretrizes do Google.