Aplicações > APPs

Google adquire plataforma de desenvolvimento Fabric do Twitter

A plataforma de desenvolvimento de aplicativos móveis foi adquirida por uma quantia não revelada, de acordo com um post no blog da divisão da rede social

18 de Janeiro de 2017 - 17h23

O Google adquiriu a plataforma de desenvolvimento de aplicativos móveis Fabric do Twitter, por uma quantia não revelada, de acordo com um post no blog da divisão da rede social, publicado nesta quarta-feira, 18.

Em setembro do ano passado, foi noticiado que o Google, a Salesforce.com e o grupo de entretenimento Walt Disney estavam interessados na compra do Twitter, e vinham mantendo conversações com a empresa, mas acabaram desistindo do negócio.

Os rumores sobre as negociações para aquisição do Twitter têm sido alimentados por causa do lento crescimento do número de usuários e da receita da rede social, bem como em razão da rotatividade constante entre os executivos seniores e uma falta de um plano de negócio como o de concorrentes como o Facebook.

A Fabric, que inclui ferramentas megapopulares para a criação de aplicativos móveis, como o Crashlytics, Answers e Fastlane, se tornará parte da divisão de produtos para desenvolvedores do Google.

No post, o Twitter diz que mais de 580 mil desenvolvedores já utilizaram ferramentas do Fabric, desde que a plataforma foi lançada em 2014, para criar apps que hoje equipam 2,5 milhões dispositivos móveis no mundo.

O vice-presidente de gerenciamento de produto do Twitter, Jeff Seibert — que chefiou a divisão do Fabric — disse em um tuíte que ele não irá se incorporar ao Google, e adiantou que quem irá assumir o comando da unidade será Rich Paret, hoje no Twitter.