Você está vendo o preview de um conteúdo premium Torne-se um Insider para ler o artigo inteiro.
Gestão

Geração Y assume posição de CIO

Mesmo que ainda não tenham chegado ao comando da TI, já influenciam a velocidade como as empresas se movem rumo a negócios mais digitais

28 de Outubro de 2014 - 09h10

Mesmo que ainda não tenham chegado ao comando da TI, já influenciam a velocidade como as empresas se movem rumo a negócios mais digitais

O que acontece quando a “Geração Y” assume a liderança do departamento de tecnologia da informação de uma organização? Pois bem, possivelmente estamos próximos a descobrir a resposta para essa questão – embora algumas companhias já tenham millennials na posição de CIO. O fato é que características trazidas por esses jovens profissionais já começam a reverberar nos modelos e rotinas de gestão das organizações. 

Em conversa recente, o executivo de uma integradora de softwares comentou que de uns tempos para cá vem se deparando com interlocutores com abordagens mais peculiares nas reuniões que vai para vender ou defender um projeto. Ele chegou a citar o encontro que teve com um executivo de 30 poucos anos de idade à frente da TI de uma empresa de commodities com doses salientes de criatividade e arrojo no que tange adoção e condução de projetos de tecnologia. 

Os tempos estão mudando (especialmente devido a necessidade de usar a tecnologia como vetor e fonte de retorno aos negócios) e essas novas gerações começam a deixar marcas na forma como isso se desdobra dentro dos departamentos que tratam da compra e aplicação tecnológica. “É inquestionável que temos uma nova geração no mercado de trabalho atualmente. E esta geração cresceu num contexto diferente”, comenta o vice-presidente da Strategy&, Carlos Eduardo Gondim.