TI na Prática > Gestão de Projetos

Fujitsu adota solução da ServiceAide para otimizar service desk

Com a ferramenta, empresa obtém visibilidade em tempo real dos incidentes que podem impactar o negócio

30 de Janeiro de 2018 - 08h31

A japonesa Fujitsu adotou a ferramenta Cloud Service Management, da ServiceAide, para otimizar sua área de service desk. Um dos principais benefícios do projeto, destacado pela companhia, é a visibilidade que a diretoria possui, em tempo real, dos incidentes que surgem e que podem impactar seu negócio, além da alta usabilidade. O sistema possibilita aos gestores uma visão do desempenho dos negócios e um atendimento ao usuário final na mesma ferramenta, outro diferencial.

A Fujitsu possui em seu portfólio de serviços uma sólida estrutura de service desk há quase 20 anos, com atendimento 24x7x365, em um centro de operações localizado em São Paulo. A busca da empresa por um serviço mais atualizado de gerenciamento de serviços de TI iniciou-se quando Demian Quirino, gerente de operações de TI da Fujitsu Brasil Serviços, detectou a necessidade de buscar inovações para a área de Service Desk. A iniciativa tinha como objetivo adequar o sistema aos novos padrões exigidos pelo mercado e obter uma visão mais gerencial para avaliação e evolução do atendimento com métricas de gestão de serviços.

Segundo Quirino, a facilidade e a rapidez da implementação da ferramenta Service Aide foi um dos fatores que mais surpreendeu a empresa. "Em duas semanas, já havíamos iniciado a operação, em piloto, em um cliente com um volume considerável de processos e itens de configuração. Garantir ao cliente que a implementação aconteceria em até um mês foi uma vantagem competitiva muito forte e que faz toda a diferença na hora de escolher a solução", afirma.

O retorno dos clientes da Fujitsu tem sido bastante positivo. Segundo Daniel Sasajima, diretor geral para América Latina da ServiceAide, o resultado foi tão satisfatório que hoje a Fujitsu faz gestão de chamados de seus clientes com o Cloud Service Management não só para itens de configuração de TI, mas também para atender requisições de facilities, supply chain, RH, manutenção, entre outros.