TI na Prática > Estratégia

Flex adota solução de jurimetria, predição e inteligência artificial da Softplan

Convex Legal Analytics permite analisar processos de forma preditiva, com projeções de cenários e recomendações

15 de Janeiro de 2018 - 16h54

A empresa de gestão de relacionamento Flex anuncia a adoção da plataforma Convex Legal Analytics, da desenvolvedora de software Softplan, como solução de jurimetria. Com isso, o departamento jurídico da companhia contará com a ferramenta que reúne uma série de tecnologias, como inteligência artificial, big data, analytics, análise prescritiva e preditiva, dentro do conceito de jurimetria, que utiliza métodos avançados de ciência de dados aplicados ao Direito.

Na primeira semana de janeiro, foi realizada a assinatura do contrato entre as empresas e a expectativa é de que no final de fevereiro a solução já esteja implementada para apoiar a tomada estratégica de decisões no escritório Vilela & Ibañez, cliente da Flex.

O Convex Legal Analytics é resultado do conhecimento especializado da Softplan sobre a Justiça brasileira. A inovação foi criada e desenvolvida nos laboratórios de ciência de dados da Softplan ao longo de 2017, e tem agora o seu lançamento no mercado brasileiro.

A solução reúne, em uma mesma plataforma, visão completa e detalhada de todos os processos judiciais, históricos ou em andamento de uma organização, com análises diagnósticas que permitem, em uma outra camada, focar em análises preditivas e prescritivas. A partir destes dados, cenários futuros são construídos baseados no comportamento dos processos em andamento.

Marcos Florão, diretor de Inovação da Softplan, comenta que, com o uso do Convex, é possível melhorar sensivelmente a eficiência e a assertividade do trabalho nos escritórios de advocacia e departamentos jurídicos. "A solução reúne tecnologias e análises que permitem identificar a probabilidade do ganho de ações e maximizar as taxas de sucesso, além de controlar e comparar indicadores da área jurídica. Reduzem-se, assim, as decisões baseadas na intuição para permitir uma tomada de decisão mais alicerçada em dados e fatos", afirma.